Parabéns Roger Federer

federer_efe

Hoje o grande Roger Federer completa 35 anos de vida, quem acompanha meu site sabe o quanto eu gosto do seu estilo de jogo e sua maneira de atuar, dentro e fora das quadras. Quem ama tênis sabe o quanto seus movimentos plásticos encantam a todos e faz quem assiste acreditar que jogar tênis é algo simples.

Mas não acredite, bater na bolinha de Backhand [marca registrada do Federer] é bem complicado, vai muitas horas de treino e mesmo assim, é capaz que você não consiga ter um “golpe” tão eficiente.

71bd563fdb2b5a28e694f6cfde5a794a

article-0-1AD3312000000578-469_634x435

Federer se tornou profissional em 1998 nesse meio tempo ele ganhou 17 Slams, 6 atps Finals, 302 semanas como número 1 do mundo. Sem contar um Record de 1084 Vitórias e 245 Derrotas em toda a sua carreira.

Mas nem tudo são flores, Federer resolveu não jogar mais esse ano, preferiu se cuidar da lesão de janeiro e só voltar as quadras em 2017. Não podemos pedir mais de um cara que jogou tanto e se manteve competitivo por tanto tempo.

Ao mesmo tempo não podemos duvidar do Suíço! Ele sempre se reinventa para se tornar competitivo.

TENNIS-ATP-STEPANEK-FEDERER

Desejo felicidades ao maior jogador de Tenis de Todos os tempos.

C’mon Federer!

Allez Roger!

Anúncios

Nunca se aposente Roger Federer

Na tarde de ontem os amantes de Tennis puderam ver Roger Federer em ação.

<> during Day 7 of the Western & Southern Open at the Lindner Family Tennis Center on August 21, 2015 in Cincinnati, Ohio.

Semanas atrás ele sofreu uma dura derrota em Wimbledon seu terreno favorito. Perder em Wimbledon é sempre doloroso para o Suíço, que ainda sonha em vencer mais um Slam.

Mesmo tendo pela frente Djokovic que o havia vencido, Federer mudou seu estilo de jogo e foi bem mais agressivo esperando o saque bem perto da linha do T [uma jogada arriscada] e mostrou a todos quem é Roger Federer.

Agora chegou a vez do U.S Open, apesar das quadras serem mais lentas que de Cincinnati Federer usou o torneio como laboratório, podemos esperar grandes confrontos e quem sabe uma revanche de Wimbledon.

5741

Vencendo ou perdendo, os amantes de Tennis ficam com apenas uma coisa na cabeça:

Roger Federer Não se aposente.

Federer luta até o fim e vira [US.Open]

US-Open-logo

Hoje não temos jogos da chave masculina no USOpen, a rodada será decidida amanhã, hoje é apenas um bom dia de descanso. Federer ontem quase viu sua chance de vencer mais um Slam ir para água a baixo.

Monfils Milogueiro Adora uma catimba

Monfils Milogueiro Adora uma catimba

Federer viu um Monfils jogando o seu melhor tennis e colocando o Suíço na parede. Os dois primeiros sets mostraram uma evolução no jogo do francês, Monfils entrou em quadra sabendo que precisava de algo mais para bater Federer, e mostrou isso na partida.

Federer não conseguia encontrar uma maneira de vencer Monfils e viu o adversário devolver todas as bolas, além disso existia uma “catimba” pouco comum no tennis, mas que foi usada pelo Francês para tirar o ritmo da partida.

O Golpe do Suíço não entrava

O Golpe do Suíço não entrava

No terceiro Set o Monfils começou a perder a intensidade e viu o Suíço jogar um pouco a mais do que vinha apresentado. Alternando as subidas a rede com belas batidas de esquerda, Federer venceu o SET e se colocou novamente na partida.

O Quarto SET voltou a ser ruim para Federer, que precisou salvar 2 Match Points para se manter vivo no SET, com isso ele conseguiu virar pra cima de Monfils, que tinha a torcida toda do lado do Federer.

 

Federer voltou a jogar muito

Federer voltou a jogar muito

No quinto e último SET vimos um Monfils sem pernas, o físico começou a pesar, ai foi a vez de Federer se impor na partida, com belas subidas a rede e o saque bem apurado Federer sobe aproveitar a chance e colocar seu nome nas Semi-finais do US.Open fechando a partida em 4/6, 3/6, 6/4, 7/5 e 6/2 em 3horas e 20 de partida.

Federer novamente entre os maiores

Federer novamente entre os maiores

O Malditovivant volta amanhã com mais tennis.

Noite de Gigantes [US.Open Semi-Finais II]

Duas belas batalhas nas quadras do US Open. Primeiro Nishikori [como eu havia previsto] bateu Wawrinka em 4h15 de partida com parciais de 3/6, 7/5, 7/6 (9-7) e 6/7 (7-5) 6/4. Uma verdadeira batalha campal. Ai na sessão noturna foi a vez de Djokovic mostrar porque é o número 1 do mundo e em bela partida mandou Murray pra casa com parciais de 7/6 (7-1), 6/7 (7-1), 6/2 e 6/4 tudo isso em 3h22 de partida.

Até o último ponto

Até o último ponto

 

Nishikori, vence a partida e ganha a torcida

Nishikori, vence a partida e ganha a torcida

Na noite de hoje temos Federer e Monfis no retrospecto temos 7 a 2. Antes dessa partida temos Berdych e Cilic em mais um duelo de sacadores, talvez entre as partidas essa foi a menos imaginada para um semi-final de USOpen.

A noite promete

A noite promete

Programação:

Arthur Ashe Stadium – 13h00
[1]Bob Bryan/Mike Bryan (EUA) vs. Scott Lipsky/Rajeev Ram (EUA)
Não antes das 14h30
[6]Tomas Berdych (TCH) vs. [14]Marin Cilic (CRO)
Não antes das 21h00
[20]Gael Monfils (FRA) vs. [2]Roger Federer (SUI)

Louis Armstrong Stadium – 12h00
[4]Ekaterina Makarova/Elena Vesnina (RUS) vs. Kimiko Date-Krumm (JAP)/Barbora Strycova (TCH)
Não antes das 14h30
[4]Ivan Dodig (CRO)/Marcelo Melo (BRA) vs. [11]Marcel Granollers/Marc Lopez (ESP)
Não antes das 15h00
Martina Hingis (SUI)/Flavia Pennetta (ITA) vs. [3]Cara Black (ZIM)/Sania Mirza (IND)

Quadra 17 – 12h00
[9]Marcelo Zormann (BRA) vs. [6]Francis Tiafoe (EUA)
Por volta das 18h00
Tami Grende (INA)/Luisa Stefani (BRA) vs. [6]Ipek Soylu (TUR)/Jil Belen Teichmann (SUI)

Quadra 4 – Por volta das 16h30
[6]Omar Jasika (AUS)/Naoki Nakagawa (JAP) vs. [2]Orlando Luz/Marcelo Zormann (BRA)

Quadra 14 – Por volta das 16h30
Rafael Matos/João Menezes (BRA) vs. [8]Duckhee Lee (COR)/Marc Polmans (AUS)