Repost do Livro [A humilhação]

Resolvi repostar por conta do lançamento do filme que na semana que vem ganha resenha aqui no malditovivant.net

 

“Todos são talentosos. Difícil é ter coragem de seguir pelo caminho sombrio através do qual o talento guia”. Erica Jong

 

Meu escritor favorito...[vivo]

 

Philip Roth é um dos maiores escritores vivos da atualidade, mas seu último romance “A humilhação“, não foi bem aceito pela crítica, por novamente retratar a velhice e os dilemas do tempo, mas como EU sempre digo: “Os críticos são homens q não tiveram a coragem de tentar, pois ficaram apenas sentados para julgar”.

Comprei o livro na sua pré-estréia, mas só consegui começar a ler no inicio do mês passado, não por falta de vontade ou dificuldade, apenas por falta de tempo. Assim que peguei o livro pra ler, eu consegui terminar ele em uma tarde, tarde essa divertida e acompanhada de um bom vinho.

O livro conta a história de Simon Axler, um ator de teatro de sucesso, que sempre encenou personagens principais, em uma certa noite Axler é afetado pelo branco da cena. Ele esquece a fala e ao tentar improvisar o momento falha. Está falha é apenas o caminho para a sua queda.

Depois desta pequena falha o ator se sente uma farsa [quem nunca se sentiu um farsante?], e começa a se recordar de outras vezes que foi salvo pelo seu improviso. O choque da queda é tão grande que ele fica sem falar dentro de casa. Sua mulher não consegue acreditar que aquele homem, exemplo de fortaleza esteja nesse estado.

Ela então decide internar o marido para recuperação, nos 15 dias que fica na clinica ele conhece Sybil uma jovem dona de casa que ficou internada depois de descobrir que seu amado marido abusa da filha mais nova, Axler escuta o que ela tem a dizer e assim nasce uma amizade.

Saindo da clinica a vida de Axler muda, sua esposa pede divorcio e ele vai morar em sua fazenda a quilômetros da civilização. Neste momento Pagee entra em sua vida. Ela filha dos seus melhores amigos, uma garota que viu nascer, Pagee é lésbica. Nunca teve um homem.

Axler a seduz e com o tempo que passam juntos a vida de Axler e Pagee melhoram, ela muda de visual, começa a usar roupas mais femininas, roupas compradas por Axler [Sua fantasia secreta]. Axler começa a buscar ajuda para seus problemas, ele quer voltar a atuar.

Mas como em todo o livro de Routh a felicidade é apenas um estado passageiro, os problemas aparecem, um ex caso de Pagee aparece, além disso seus pais não aceitam o relacionamento, apensar de Pagee já ter seus 40 e Axler beirar os 60.

 

Quem realmente somos?

 

Algumas reviravoltas e um Q de erotismo entram em cena neste livro de Roth.

Como disse no inicio do Post o livro não foi aceito pela crítica, mas Hollywood já abriu os braços para o escritor, o ator Al Pacino, comprou os direitos do livro que em breve vai virar filme.

Se tiver vontade de uma leitura mais ousada busque este livro na sua livraria favorita.

Anúncios

3 comentários em “Repost do Livro [A humilhação]

  1. debondan disse:

    MUito interessante, Ferds. Vou ver se compro. A propósito, esta frase da Erca Jong é omáximo! E a tua sobre os críticos idem. bjo

  2. Sarah K disse:

    Hmnn
    Diferente de tudo, gosto disso, de livros que saem dos trilhos editoriais comuns.
    Vou dar uma chance sim, antes do filme.
    Beijos

  3. Ingrid A. disse:

    um livro que não é pra qualquer um, com certeza… um livro sobre como um momento humilhante pode por em cheque tudo que você é, ou achava que era…e isso vai levando a outros momentos considerados humilhantes até que você se pergunta “de que vale tudo isso mesmo?”.

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s