Um Drácula Herói, bem diferente do Monstro [Dracula Untold]

terror

Ontem fui assistir o novo Drácula, por conta de todo o aparato especial do filme, a exibição foi em uma sala Xd [Pertencente a rede Cinemark]. Apesar de ir ao cinema quase sempre, foi a minha primeira vez em uma Sala Xd e sinceramente, não senti grandes diferenças. Só senti o som mais alto do que o normal e a cadeira revestida de uma boa imitação de couro. De resto nada que me faça preferir a tal Xd.

Mas o post é sobre o filme não sobre salas de cinema.

wd486ogb5sadn7rlahfh

Este novo filme do Drácula, foge totalmente das convenções que conhecemos ao colocar no centro da história Vlad Tempes, o homem por de trás do mito do Drácula, para quem não conhece a lenda, Vlad foi um personagem real da Romênia e expulsou os turcos do seu território. Uma das características de Vlad era o de Empalar seus oponentes, além disso, reza a lenda que ele almoçava vendo os corpos empalados.

Diferente da figura histórica, Luke Evans [Excelente no papel] se mostra um Vlad que esconde seu passado sombrio governando um reino próspero ao lado de sua bela rainha Mirena [A bela Sarah Gadon]. Mas os Turcos pedem a esse Nobre Rei, mil jovens para usar em suas linhas da batalha. Como tem um filho, Vlad recusa e agora sofrerá as consequências.

Sarah Gadon, um motivo para se viver

Sarah Gadon, um motivo para se viver

Sabendo que seu reino será massacrado, Vlad recorre a uma lenda de um Monstro. E faz um pacto com o monstro, O Monstro seria o primeiro vampiro, detalhe esse que fere toda a mitologia em volta de Drácula [como sendo o primeiro]. Esse pacto remete a Goethe com seu Fausto, Vlad sabe dos riscos, mas precisa desesperadamente dos poderes da besta, essa faz um trato baseado em uma chance de redenção: Se Vlad passar três dias sem beber uma gota de sangue ele será libertado do pacto.

Vlad encontra seu Mefistófeles ao melhor estilo Fausto

Vlad encontra seu Mefistófeles ao melhor estilo Fausto

Revelar mais do que isso seria estragar o que está por vir.

Brincar com a mitologia de Vlad, que até tempos atrás era renegado na Romênia é a jogada de mestre do filme, mas tentar criar um super-herói dentro de um arquétipo de anti-herói monstro torna as coisas um pouco complicadas. Pois Vlad só se torna interessante como um guerreiro sanguinolento e sem compaixão [pelo menos para mim].

url4

E o lado vampiro?

Ao lermos Bram Stoker, a sede de sangue se torna uma forte metáfora ao lado sexual. O filme como busca um apelo mais cartunesco, retira essa sede. E toda a “lascividade” que o personagem clássico da literatura representa.

O fim do filme deixa algumas pontas soltas, e ainda corre um boato de que o novo Drácula vai se juntar a outros personagens para criar uma nova franquia. Espero que tudo não passe de um boato, ou teremos um grande fracasso em 2016.

Kf8o2ko

Eu mesmo prefiro um Drácula Demoníaco, a um Drácula cercado de bons amigos.

Amanhã uma dica de filme no turmadocafe.com

Por aqui eu volto na Sexta!

Calabrese, Rock com Terror

terror

Ano passado em meio a pesquisas sobre novas bandas acabei me deparando com os Calabrese, um trio formado por irmãos e que suas letras fazem referências ao mundo dos filmes de terror. A banda é formada por Bobby [Guitarra e Vocal], Jimmy [Baixo e Vocal] e Davey [Bateria], eles tem como inspiração o Black Sabbath, Type O Negative, Ramones e Misfitis.

Davey, Bobby e Jimmy

Davey, Bobby e Jimmy

A paixão do terror veio na infância, quando os jovens integrantes adoravam ler as revistas dos Contos da Cripta [nunca publicado no Brasil], onde cada edição apresentava uma história mais macabra que a outra. Mas, além disso, Jimmy [o mais velho dos três] teve uma experiência fantasmagórica após um colega de escola se suicidar. Tudo isso levou o foco das letras para o mundo sobrenatural.

Mesmo abordando o tema, o clima da música não chega a ser macabro [como Type O Negative], Calabrese faz a linha do Rock mais divertido e agitado, assim como os Ramones.

A banda surgiu em 2003, quando lançaram seu primeiro EP, Midnight Spook Show, com seis músicas, esse primeiro trabalho colocou a banda no mapa do Rock e a fez ser reconhecida pelos críticos. Mas a consolidação só viria sete anos depois com Dayglo Necros, considerado até o hoje o melhor da banda. O disco é feito com bons solos de guitarra e mostra o aprimoramento da banda.

url

Nesse disco a banda cria um personagem “trash” Dayglo Necros que te a missão de destruir a banda, ele é uma espécie de vampiro caveira que aparece nos clipes: Dead Dont Rise e Coffin of Ruins, tentando matar os Calabrese, com ajuda dos seus asseclas.

O disco mais atual da banda foi lançando em Outubro do ano passado, Born With A Scorpion’s Touch. Continua a falar do Sobrenatural, mas as letras não tão irreverentes como o disco anterior, mesmo assim a banda vem fazendo sucesso. Foi por esse disco que eu conheci a banda.

Essa mistura de terror com rock tem feito a banda excursionar por várias cidades americanas e sempre com shows lotados, mesmo pouco conhecida a banda faz sucesso aqui no Brasil, já cheguei a ver gente usando a camiseta da banda [uma grande prova de sucesso]. Mas ainda está fora de cogitação aparecer por essas bandas, mas quem sabe em um futuro próximo.

Se você quer conhecer banda, nada melhor do que começar com essas cinco canções:

The Dead don´t Rise

Sea of dirt

Loner at heart

I ride alone

Coffin of Ruins

Dayglo Necros

Dayglo Necros

 

O malditovivant volta…

Episódio final de The Knick.

Como já disse outra vez, não sou muito amigo de seriados. Seus longos capítulos e os fãs irritantes me afastam do gênero. Mas me rendi a dois seriados: Ray Donovan e The Knick [sem contar True Detective]. E hoje The Knick chega a seu fim.

o-THE-KNICK-facebook

The Knick se passa em Manhattan no ano de 1900 e mostra os primórdios da medicina. Como personagem central temos John Thackeray, principal estrela do hospital Knickerbocker [dai vem o apelido The Knick] um médico visionário dentro de seu tempo, sempre se dedicando a criar ferramentas para melhorar as operações e quase nunca dormindo.

Mas sua energia vem do seu vício por Cocaína liquida [algo comum na época].

O Show do seriado não fica apenas por conta do grande Thackeray, seus outros personagens sustentam a série muito bem. Dr.Algenor, é o primeiro cirurgião negro da época, que busca o respeito de Thackeray e luta contra o preconceito da sua classe ao mesmo tempo em que monta um hospital ilegal dentro do The Knick.

Dr.Algenor

Dr.Algenor

Herman Barrow é um dos gerentes do Hospital e tem várias dívidas com a máfia da cidade e protege uma prostituta na cidade baixa. Irmã Harriet uma freira que faz abortos ilegais pela cidade, sem o consentimento da igreja.

O seriado tem a direção de Sodenberg, que mostra um controle fantástico, deixando por vezes a câmera assumir o papel de protagonista dentro dos corredores do Hospital. Além da boa ambientação e o rigor do figurino, outro ponto forte é a trilha sonora, que fica por conta de Cliff Martinez, um dos maiores percussionistas do mundo.

140811_r253181-690

Sodenberg tenta trabalhar sem preconceitos, temos cenas claras e sem censuras das operações e ainda o vício sendo retratado como algo normal.

Thackeray não é um herói ou mesmo um anti-herói, ele é apenas um homem comum que vive para seu trabalho em uma busca incessante de ser o melhor.

the-knick-god-has-a-rival

The Knick vai ao ar hoje às 21 Horas no cinemax em seu último episódio.

Passado e presente se mistura em um terror mediano [O Espelho]

Na semana passada eu aluguei o filme: O Espelho, que tem a direção de Mike Flanagan, um apaixonado por filmes de terror, poucos sabem mas o filme Oculus [nome original do filme O Espelho], nasceu de um curta rodado pelo diretor em 2006.

O Curta foi bem aclamado pela crítica da época. Filme segue um caminho diferente e coloca como protagonistas um casal de irmãos Kaylie [A Belíssima Karen Gillian] e Tim [e o novato Brenton Thwaites], mas a ideia central do espelho amaldiçoado continua.

oculus-movie-heroine

O filme se passa em dois tempos diferentes [Passado e Presente] dos irmãos Russel, que tiveram uma infância trágica que cominou com a mãe torturada e o pai se tornando um assassino. Kaylie a irmã mais velha liga esses acontecimentos a um espelho que seu pai comprou em um antiquário. Agora Kaylie com 22 anos pede ajuda ao irmão para acabar com a maldição e destruir o espelho.

Mike Flanagan começa o filme muito bem, mas ao abusar da mudança de tempo e as vezes ao chocar os dois [Passado com o Presente], o filme se torna por vezes confuso e bem estranho, como se estivéssemos realmente em uma ilusão de espelho. Com isso o enredo vai perdendo força e chega a se tornar maçante com tantas idas e vindas.

oculus-M-090_OCU_05933_rgb

Para piorar, temos a péssima atuação de Brenton Thwaites que fica como cara de nada o filme inteiro, como se estivesse entorpecido.

Mesmo com tantos baixos o filme se salva com alguns sustos o que garante o divertimento para quem gosta do gênero. Mas devo confessar, só vi o filme por conta da bela Karen Gillian. Famosa por Doctor Who e claro seus belos cabelos Ruivos.

Karen_Gillan

Agora vá a locadora e alugue O Espelho e tire suas conclusões.

 

Malditovivant volta na quarta.

Uma dica saudável para combater esse maldito calor [Lambrusco]

A cada dia que passa o temor com a falta de água aumenta na capital, por esses tempos ficamos 2 dias só na reserva, só podendo contar com a caixa. Mas foi apenas um reparo em uma adutora da região.

Mas quando você acha que a coisa está ficando feia, vem outra pior, uma onda de calor está estragando os dias de São Paulo, obrigando todo mundo a andar com uma garrafinha de água a tira colo [é isso ou cair na mão do mercado informal que vende no farol a garrafinha por 2,50].

Em casa os sucos então na moda, nada como um bom suco de limão para salvar os dias de calor. Mas também existe o “falso glamour” do Lambrusco, para quem não conhece ele é um vinho frisante, mais puxado para o lado adocicado e com um pouco mais de gás [mas não chega a ser um Champanhe] outra característica marcante é o baixo teor alcoólico.

Um Brinde aos dias quentes

Um Brinde aos dias quentes

Essas qualidades fazem do Lambrusco a pedida para os dias quentes. Na semana passada comprei uma boa garrafa do Bellavita Amabile Dell’Emilia Lambrusco. Apesar do nome gigante e da origem italiana, paguei módicos 20 reais pela garrafa [Comprado no Pão de Açúcar].

Uma boa dica é servir a bebida em 6°C. Ou você pode deixar por uma hora e meia no congelador secar a garrafa e servir, a regra manda servir em uma taça flute como essa da foto.

taça

Agora com essa dica é só aproveitar e fugir do calor, sozinho ou a dois.

O malditovivant volta na seguda.