Para não errar na Bienal [Escritor – H.G. Wells]

Falta um mês e meio para a Bienal do Livro de SP, por conta disso fui tentado a lançar uma série com dicas de bons escritores e livros para não fazer feio no evento. Você que é um leitor ocasional, a Bienal é a sua chance de expandir seu estilo de literatura e sair da sua zona de conforto.

bienal

O primeiro post fica para o escritor Inglês H.G. Wells, a maioria dos seus livros segue o gênero da ficção científica, mas ele não se apaga a banalidade da escrita, sempre seus contos refletem a sua sociedade e como o homem sempre busca sua destruição.

Um dos clássicos exemplos é A Ilha do Dr Moreau, nela o personagem principal e narrador fica preso em uma ilha e conhece o Dr.Moreau, responsável por pesquisas evolucionárias com animais [animas evoluídos como humanos]. Ao final o narrador consegue escapar da ilha e voltar para a Inglaterra, mas ele não consegue se acostumar com o ambiente, logo percebe que não somos tão diferentes dos monstros da ilha.

9788579621130_300_site

Além desta crítica o livro aborda temas como: Religião, ética cientifica e a evolução, vale lembrar que Wells, estudou com uma dos maiores defensores das teorias de Darwin, o Dr. Thomas Huxley.

O meu livro favorito do escritor é O Homem Invisível [devo o post do livro no blog], nele Wells apresenta uma possível formula da invisibilidade, mas ela não é simplesmente algo inventado, ela é muito bem inventada para elaborar a formula, Wells estudou os princípios de refração de luz para apresentar algo bem possível para o seu leitor.

Além disso, o livro aborda o preconceito e como o poder pode desvirtuar o caráter da pessoa e como somos vingativos.

imagem

Outro livro que merece ser destacado é Kipps, este livro foge totalmente do gênero ficção, nela um pobre e jovem rapaz, descobre pelos jornais que um tio distante morreu e que ele é o único herdeiro da herança. Assim o jovem se torna um novo rico, mas seu passado e a falta de compreensão do seu meio se torna um empecilho para a sua felicidade.

Kipps tenta a todo custo ser aceito e começar a mudar sua maneira de ser, ele se torna então um perfeito cavalheiro, mas acaba descobrindo que a sociedade não quer exatamente isso. O tema central é a sátira a uma sociedade, que nunca prega a sua naturalidade e sim aos jogos de aparência, além da luta do homem para se tornar outra pessoa.

wells_1486665c

Principais Livros H.G. Wells publicou:

A Máquina do Tempo – 1895

A Ilha do Dr. Moreau – 1896

O Homem Invisível – 1897

A Guerra dos Mundos -1898

O Alimento dos Deuses – 1904

Kipps – 1905

A Modern Utopia – 1905

Os Dias do Cometa – 1906

 

Wells publicou mais livros, mas apenas estes foram lançados no Brasil, os quatro primeiros foram relançados recentemente pela editora Alfaguara.

 

Para ajudar nas dicas vou linkar o post da Vickawaii sobre o livro A máquina do tempo [clique aqui e leia].

 

O malditovivant volta na segunda

Anúncios

4 comentários em “Para não errar na Bienal [Escritor – H.G. Wells]

  1. Vickawaii disse:

    Que amor, você indicou minha postagem (: Mas olha, seu post ficou bem mais atrativo que o meu hehehe Eu li A Máquina do Tempo e gostei porque além de eu me interessar pelo assunto, achei interessante a crítica que o livro traz ‘por trás da história’, mas não sei se foi o suficiente para eu dizer que CERTAMENTE irei procurar outro livro do autor. Tanto a sua recomendação nos comentários quanto essa postagem me fizeram vontade de conhecer mais o H. G. Wells, inclusive de livros que eu não tinha ouvido falar antes mas só pela sua dica já fiquei interessada.

    Adoro suas postagens e suas dicas de livros, sempre trazendo obras realmente importantes que vão acrescentar (melhor do que esses livros modinha XD)

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    P.S – Steins Gate só fica bom lá pelo episódio 10 ashduiashdai mas vale a pena xD

  2. Ingrid A. disse:

    Acho beeem legal ver esse pessoal de ficção cientifica lá do passado, entender o q era futuro pra eles e visão de ciência.. acho bem bacana, é sempre além de monstros, pesquisa e tecnologia..
    esse da guerra dos mundos foi aquele que virou filme?? não sei se gostaria de ler ficção cientifica, nunca li, mas me interessei bastante pela capa desse que tem os dentes, achei bem bonito.

  3. Laís disse:

    Olha, não conhecia nenhum desses livros ou autores, mas gostei dos enredos. O que mais me chamou atenção, por misturar diversos assuntos de natureza diferentes mas de extrema importância, foi o primeiro: A Ilha do Dr. Moreau.

    Gente, eu amo Bienal. Há várias edições eu não faltava nenhuma bienal aqui do RJ: só a do ano passado. Por conta do estágio e da gigantesca filas nos fins de semana, não consegui ir. Uma pena. Fiquei triste 😦

    Divirta-se na Bienal de SP!

    Beijos!

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s