Um olhar maior sobre as nossas cidades [MASP – Cidades Invisíveis]

Toda a cidade tem seu ícone representativo, algo que serve para identificar e dá a tônica da identidade da cidade, assim como: Paris e sua Torre Eiffel, São Paulo e o Banespa ou Nova York e sua estátua da liberdade.

Lembrando-se disso a Pirelli reuniu vários fotógrafos para retratar a suas cidades, e mostrar a cidade além de seus ícones. Como as fotos já fazem parte do acervo permanente do MASP, a curadoria resolveu reavivar a exposição e dar destaque aos nossos artistas e mostrar com suas lentes a nossa cidade.

Cristiano Mascarro

Cristiano Mascaro

Nessa amostra foram reunidas 70 fotos de diversos nomes da fotografia, mas que exploram a mesma temática [A cidade], entre os artistas estão: Cristiano Mascaro [famoso por mostrar a brutalidade arquitetônica da cidade], Marlene Bergamo [que busca um olhar menos duro, na realidade dos moradores de rua] e Nair Benedicto [que faz contrapontos entre os outdoors da cidade e seus observadores].

Nair Benedicto

Nair Benedicto

José Medeiros, também dá suas caras, ele que foi um dos maiores nomes da fotografia da extinta revista Cruzeiro. Ele é o responsável por mostrar um pouco mais da vida carioca na década de 50, mas seu feito mais importante e que faz parte da exposição é mostrar o crescimento do Brasil e a mudança de seu povo. Com ele vemos índios ao lado de um aeroporto.

José Medeiros

José Medeiros

A exposição aborda outros nomes, cada um com uma visão diferente de nossas cidades.

A exposição não tem previsão para sair de cartaz!

Informativo:

Cidades Invisíveis

MASP

De terça a Domingo

Av.Paulista, 1578

 

O Malditovivant volta na sexta!

Anúncios

4 comentários em “Um olhar maior sobre as nossas cidades [MASP – Cidades Invisíveis]

  1. Bem legal essa exposição.
    Os recortes feitos pelos fotógrafos mostram um lado legal de SP, curti.

    Beijos

  2. Luane disse:

    Que interessante! Estarei por São Paulo semana que vem, quem sabe não consigo dar uma passada lá? ;D

    Gosto muito de fotografias urbanas, ainda mais quando possuem um olhar pessoal e histórico.

  3. debondan disse:

    Pena que não estou mais aí. Parece muito legal.

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s