Vamos para a virada Impressionista?

“A arte é a contemplação: é o prazer do espírito que penetra a natureza e descobre que ela também tem uma alma. É a missão mais sublime do homem, pois é o exercício do pensamento que busca compreender o universo, e fazer com que os outros o compreendam”. Auguste Rodin

 

Se você estuda arte, ou apenas é um admirador de arte, você deve ter dois sonhos. O Primeiro é ir a Roma conhecer os mestres do Renascimento. O Segundo é ir a França onde você deve conhecer o Louvre e o Palácio d’Orsay. Claro que existem outras “Mecas” da arte, mas esses dois lugares são referencia quando se pensa em arte.

Claro que ir a Paris ou a Roma, não é algo simples. Então agora você tem uma grande chance, o CCBB trás ao Brasil [primeiramente em São Paulo é claro] a mostra Impressionismo: Paris e a Modernidade. Onde 85 obras de arte serão expostas dentro do CCBB todos do período em que a França teve uma arte de Vanguarda, nomes como Pierre-Auguste Renoir, Claude Monet e Vincent van Gogh, Manet entre outros.

“A Estação Saint-Lazare”, de Claude Monet [1877]

Para quem não conhece esses Mestres, eles não surgirão ao acaso. Com o advento da fotografia, os artistas foram liberados da função de retratistas e foram obrigados a se reinventar, nesse caminho os impressionistas Monet resolveu romper com todas as convenções da época e liderou esse movimento que tinha como regra mostrar uma arte vida, um viver a vida, com intensidade e sempre mostrando o belo da natureza.

Essa trupe tinha o costume de passar horas observando e trabalhando na cena a ser reproduzida, usando as variações que a luz causa na cena, para criar Obras maravilhosas. Esses artistas foram responsáveis por retratar o cotidiano parisiense, o que chocou e ao mesmo tempo trouxe admiração do povo.

A aula de dança – Degas [1881]

Degas famoso por pintar bailarinas [mas te juro que ele é muito mais do que isso] é na verdade um pintor dos costumes da Paris do século 19, sempre retratando pessoas e artistas [das diversas áreas], mas sempre fugindo do obvio e colocando seus artistas na perspectiva do bastidor.

Não vou me alongar a falar mais dos artistas, o CCBB também preparou um evento surpresa dentro desta mostra. Nos dias 04 e 05 de Agosto, a exposição vai funcionar 24hs, como uma espécie de virada Impressionista, que vai contar com serviços de Van e monitoria em todas as visitas.

Moças ao Piano – Renoir [1892]

Não perca essa chance, se perder só indo a Paris.

Semana que vem eu volto com mais Livros e Arte [ainda temos Caravaggio]

Serviço:

Virada Impressionista
Data: de 4 a 5 de agosto de 2012.
Horário: das 15h do sábado às 22h do domingo.

Impressionismo: Paris e a Modernidade
Data: de 4 de agosto a 7 de outubro de 2012.
Horário: terça a domingo, das 10h às 22h.
Local: Centro Cultural Banco do Brasil.
End.: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro.
Grátis.
Tel.: (11) 3113-3651.