Elizabeth Taylor a estrela maior

Uma estrela como a dela, nunca se apaga.

 

Uma beleza única

Hoje faz exatamente um ano que a bela atriz Elisabeth Taylor “se foi”, um dos rostos mais belos de toda a história do cinema [arrisco a dizer o mais Belo], Elisabeth começou a trabalhar no showbizz muito nova, seu primeiro papel foi aos 11 anos de idade, em um filme sobre a cadelinha Lassie. Quando seus belos olhos de cor azul-violeta entraram em cena, o mundo parou para ver e assim a bela Liz, marcaria o cinema como a maior diva de todos os tempos.

Sua beleza e sua personalidade marcante abririam as portas do mundo para a atriz, Liz era uma compulsiva colecionadora de jóias, era muito vaidosa, adorava o brilho de brincos, colares, anéis e pulseiras, além de amar maquiagens, sapatos de grife, bolsas da moda e vestidos caros, mas mesmo sem tudo isso, em trajes simples e sem pintura, ainda assim era considerada de uma beleza muito rara [o que não acontece nos dias de hoje]. Os críticos da moda consideravam sua simetria de rosto e corpo ideais.

Butterfield 8

Qualquer filme que estrelava era garantia de sucesso, mas como nem tudo é perfeito, sua vida sentimental nunca foi as mil maravilhas, em toda a sua vida acabou se casando oito vezes [sendo que duas vezes com Richard Burton], foi com ele que ela fez o meu filme favorito: Quem tem medo de Virgina Woolf? [infelizmente meu DVD foi furtado por uma amiga] onde um casal mais velho [Liz e Richard] conhecem um casal mais novo e os quatro passam a discutir a vida a dois.

Quem tem medo de Virginia Woolf?

“Quem tem medo de Virginia Woolf?” é marcada pelos diálogos ácidos e por uma Elisabeth Taylor diferente, para o papel a atriz ganhou peso, mas mesmo assim não perdeu a sua beleza, por conta da transformação a atriz recebeu o seu segundo Oscar da carreira. O primeiro veio seis anos antes com Disque Butterfield 8, onde interpreta uma Callgirl, depois do seu primeiro Oscar a atriz se tornou a mais bem paga da indústria.

Liz também se destacou por ser uma pessoa sincera, não tinha medo de ter amigos homossexuais, foi amiga de Rock Hudson [muitas pessoas abandonaram o ator ao saber de seu segredo], com quem contracenou em “Assim Caminha a Humanidade”, após a morte de seu amigo, Liz ajudou a levantar dinheiro para campanha de conscientização sobre os perigos da AIDS, entre outras ações filantrópicas.

Elisabeth Taylor teve uma vida cheia de glórias, e representa o que existiu de melhor na indústria de cinema, seus olhos e suas boas atuações nunca serão esquecidas e nem seu estilo de vida. Elisabeth Taylor é uma estrela que faz falta ao cinema.

Para quem não conhece a atriz, amanhã o TCM fará um Especial com a apresentação de seus principais filmes, amanhã farei um post extra com a sinopse e o horário de todos os filmes.

 Até amanhã…