A memória de um Mito [Quero Ser Marilyn Monroe!]

“Ela realmente criou algo. Foi a primeira pessoa anticonvencional que conheci. Era alguém dos anos 60, com pelo menos dez anos de antecipação.” Arthur Miller seu terceiro Marido.

Ontem começou em SP a mostra Quero Ser Marilyn Monroe, nessa exposição que reúne mais de 80 artistas diferentes, mostra um pouco da obcessão do mundo pela Diva dos anos 60. Entre os artistas temos nomes consagrados como Warhol, Peter Blake e Henri Cartier, todos com a missão de louvar a diva, mostrando ângulos inusitados e provando que ela era muito mais que um rosto bonito.

Marilyn foi uma mulher a frente do seu tempo e que não teve medo de usar sua sensualidade para ganhar a sua liberdade, já que na sociedade da época as mulheres eram reduzidas a cuidar de suas cozinhas e esperar o marido em casa. Marilyn foi ao cinema, escolheu seus homens e quando precisou os deixou, sem remorso. Ela queria apenas a felicidade!

Mas antes de Marilyn existiu Norma Jeane Mortensen. Uma garota que foi descoberta no chão de uma fabrica de rádios, e que depois de um primeiro clique sua vida mudaria para sempre, Marilyn que nascia naquele momento nunca mais deixaria de ser clicada. Esse personagem causou admiração [e raiva] entre as mulheres de sua geração e também a paixão e a perdição de alguns homens [Sinatra foi um deles].

A exposição conta isso e muito mais, como o seu primeiro ensaio nu, feito por Tom Kelley, Marilyn ainda não tinha alçado a condição de estrela, a garota tinha apenas 24 anos, em uma sessão de 24 fotos apenas uma sobreviveu ao tempo, neste ensaio a bela recebeu apenas 50 dólares, e pousou nua sobre um cobertor de veludo vermelho.

A mostra não se prende apenas nas noites glamourosas da época, a também o dia a dia da Diva, mostrando que ela era uma mulher normal acima de tudo, que tinha sonhos de casar e ser feliz no casamento. E detalhes que poucos sabem: que havia se formado e que tentou a todo custo ser mãe.

O legal que a curadoria da mostra resolveu trazer todos os filmes no qual Marilyn deu seu ar da graça, e que serão exibidos até o final da mostra: A Malvada de 1950, O Pecado Mora ao lado de 1955, Quanto mais quente melhor de 1959 e para fechar a programação, temos o documentário, Marilyn Monroe: O Fim dos Dias [2001].

Eu acredito que o melhor de Marilyn, é um exemplo de realidade, uma mulher sem retoques, de uma beleza verdadeira, cheia de curvas e que foge de todo o padrão de Passarela. Mostrando que para ser Sexy, você só precisa ser você.

E também deixa uma lição para as mulheres do dia a dia, de que por mais que vocês almejem o corpo de uma TOP MODEL, nós homens sempre preferimos as curvas [e as mais cheinhas].

Onde: Cinemateca Brasileira

Rua: Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vl. Clementino.

Dias: Todos os dias das 10hs às 22hs e vai até dia 1º de Abril.

 

 

Anúncios

7 comentários em “A memória de um Mito [Quero Ser Marilyn Monroe!]

  1. Julia disse:

    Uma diva! Simplesmente isso. As mulheres de hoje que querem ser liberais, tem que se espelhar nela, para saber a dose certa.

  2. Carolina - Fashion TAB disse:

    Quero ver o filme sobre ela, vc chegou a ver já?! Curiosa pela mostra também… deve ser bem boa pra quem é fã dela de verdade!
    Beijo

    http://fashiontab.wordpress.com

  3. ogasdacoca disse:

    Bacana demais, realmente linda, mas não adianta ferds, ainda gosto de menos curvas kakakakakakaka
    Beijos

  4. ingrid disse:

    Entao.. ontem vi a biografia dela por 20 reais da editora acho q Planeta.. nao conheço. Fiquei com vontade de ler, mas nao sei se tenho paciencia pra ler tanto ( eh bem grande o livro) sobre alguem… mas acho que a figura vale.

    fiquei com muuita vontade de assistir essa mostra.. fico triste por aqui no Rio nao ter nenhuma iniciativa, ja que aqui todo mundo gosta de vangloriar as curvas da mulher carioca e sua sensualidade natural..

  5. Cris disse:

    Gosto da Marilyn como beleza, mas ainda conheço pouco dos filmes em que ela esteve… Nenhum me atraiu ainda. Qual você recomenda como o melhor?

  6. Confronto de Idéias e Pensamentos disse:

    Ei, a pergunta que não quer calar: ” Posso Ser Marilyn Monroe? ” 🙂
    Saudade!!

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s