TCM – 5ª Edição dos 50 Melhores Filmes que deve assistir antes de Morrer (Semana III)

Continuando com a lista dos 50 filmes que você deve ver antes de morrer. Nessa semana teremos grandes diretores, temos a estréia de Steven Spielberg como diretor, o clássico de Akira Kurosawa, além de Copolla e Scorsese.

Sem falar no magnífico filme de John Ford O Delator. E Sidney Lumet um dos maiores cineastas de todos os tempos, com o seu clássico Doze Homens e uma Sentença.

Aproveite os filmes…

PS: Essa semana eu estarei em MG e os comentários podem demorar para serem aprovados…Volto pra SP na quarta…Trago de lá queijo e um post novo.

 

 

Encurralado (1971)

 

Diretor: Steven Spielberg

Elenco: Dennis Weaver, Jacqueline Scott

Gênero: Thriller

O Filme esquecido de Spielberg


Sinopse:
Um dos filmes que impulsionou a carreira de um então muito jovem Steven Spielberg. Esta simples e alucinante história de suspense descreve como um homem de negócios, que viaja sozinho em seu carro por estradas solitárias, é implacavelmente perseguido por um enorme caminhão que deseja destruí-lo sem razão aparente. Baseado em um relato de Richard Matheson (“Eu Sou a Lenda”, “Em Algum Lugar do Passado”).

Apresentação segunda-feira 12, 22h | Reprise terça-feira 13, 18h20

 

O Delator (1935)

 

Diretor: John Ford

Elenco: Victor McLaglen, Heather Angel, Wallace Ford

Gênero: Drama


Sinopse:
A desesperada jornada do delator de um membro do IRA – um pobre homem pouco expressivo que, quase sem saber, trai seu amigo e se vê submerso em uma travessia infernal – trouxe reconhecimento ao diretor John Ford. É inesquecível a representação expressionista de uma Dublin submersa na noite e na neblina – o que rendeu a Ford seu primeiro Oscar® de melhor diretor – e a interpretação de Victor McLaglen como o condenado anti-herói que mereceu a estatueta de melhor ator.

Apresentação segunda-feira 12, 23:45 | Reprise terça-feira 13, 14h00

 

O Fantasma Apaixonado (1947)

Diretor: Joseph L. Mankiewicz

Elenco: Gene Tierney, Rex Harrison, George Sanders

Gênero: Fantasia / Romance

Amores intangíveis...


Sinopse:
A Sra. Muir (Gene Tierney) é uma jovem que, após ficar viúva, aluga um casarão perto do mar, para onde se muda com a filha. Supostamente vazia, a casa é na verdade habitada pelo fantasma do inquilino anterior, o capitão Daniel Gregg (Rex Harrison). A Sra. Muir e o marinheiro de outro mundo iniciam uma estranha – e por vezes cômica – relação. Essa espécie de “screwball comedy” gótica é uma original e um tanto excêntrica joia do cinema, dirigida com estilo por Joseph L. Mankiewicz (“All About Eve”, “The Barefoot Contessa”).

Apresentação terça-feira 13, 22h | Reprise quarta-feira 14, 14h00

 

O Selvagem da Motocicleta (1983)

Diretor: Francis Ford Coppola

Elenco:Matt Dillon, Mickey Rourke, Diane Lane, Dennis Hopper

Gênero: Drama

Copolla controla uma geração que dominaria as telas de cinema

 


Sinopse:
Rusty-James (Matt Dillon) tem brigado consigo mesmo e com todos os demais desde que seu irmão mais velho, O Selvagem da Motocicleta (Mickey Rourke), mudou-se para a Califórnia. Quando o irmão retorna, salvando a pele de Rusty-James em uma briga de rua, ambos começam a analisar o passado que compartilham e a derivar rumo a um destino trágico, mas também libertador. As imagens estilizadas de “O Selvagem da Motocicleta” lembram o cinema expressionista alemão e os labirintos visuais de Orson Welles. É filmado em preto e branco, não como um gesto de afetação artística, mas como uma resposta à maneira com que O Selvagem da Motocicleta vê o mundo. Segundo Coppola, “é uma espécie de rato que não consegue encontrar a saída… Seu defeito é a sua incapacidade de chegar a um compromisso. Por isso, o fiz daltônico. Ele interpreta a vida em preto e branco”. Destaca-se também a hipnótica trilha sonora composta pelo baterista do The Police, Stewart Copeland, que chegou a fazer percussão com o som das teclas de uma máquina de escrever. Sem dúvida, “O Selvagem da Motocicleta” é o filme mais ambicioso e íntimo de Coppola. Nele, há mais experimentação técnica e mais imaginação visual do que em qualquer outro filme americano da década.

Apresentação quarta-feira 14, 0h10

 

Yojimbo – O Guarda- Costas (1961)

Diretor: Akira Kurosawa

Elenco: Toshirô Mifune, Eijiro Tono, Tatsuya Nakadai

Gênero: Aventura


Sinopse:
Akira Kurosawa, o mais ocidental dos diretores japoneses e fã confesso de John Ford, realiza esta espécie de western samurai com Toshiro Mifune como um sagaz guerreiro que joga dos dois lados em gangues rivais. Elas desconhecem sua única intenção: tirar vantagem dessa rivalidade.

Apresentação quarta-feira 14, 22horas | Reprise quinta-feira 15, 18h05

 

The Rocky Horror Picture Show (1975)

Diretor: Jim Sharman

Elenco: Tim Curry, Susan Sarandon, Barry Bostwick, Richard O’Brien

Gênero: Musical

O Freak virou Chic...sendo copiado até Hoje


Sinopse:
Dirigido em 1975 por Jim Sharman, baseado no musical de Richard O’Brien, este é um filme cult sobre um casal que, após um problema com o carro, se vê obrigado a passar a noite na mansão do doutor Frank-N-Furter, que celebra a convenção de transilvanos e sua criação Rocky Horror, um homem perfeito cuja metade do cérebro pertence a um delinquente juvenil. O filme não demorou a se tornar objeto de culto e ficar para a história, sendo ainda exibido em cinemas onde são feitas autênticas celebrações em torno da produção.

Apresentação quinta-feira 15, 00h00

 

Caindo na Real (1994)

Diretor: Ben Stiller

Elenco: Winona Ryder, Ethan Hawke, Ben Stiller

Gênero: Comédia / Drama

 


Sinopse:
Comédia romântica que marca a estréia de Ben Stiller na direção, Ethan Hawke e o próprio Stiller formam um complexo triângulo amoroso no início dos anos 90. Nessa época, muito se falava da chamada ‘Geração X’ – jovens de 20 e poucos anos às voltas com problemas existenciais e profissionais. Recém-formada, Lelaina Pierce (Ryder) tenta se firmar profissionalmente enquanto se divide entre o yuppie Michael, um promissor executivo de TV, e o rebelde, mas sensível, Troy (Hawke).

Apresentação quinta-feira 15, 22h|Reprise sexta-feira 16, 17h15

 

A Dama das Camélias (1936)

Diretor: George Cukor

Elenco: Greta Garbo, Robert Taylor, Lionel Barrymore

Gênero: Drama / Romance


Sinopse:
Marguerite Gauthier (Greta Garbo), uma cortesã de Paris, renuncia a tudo por amor. Inclusive ao amor. Instigada pelo pai de seu pretendente, um jovem de futuro promissor (Robert Taylor) a quem sua reputação pode prejudicar, decide distanciar-se. Porém, ele não deixará de buscá-la, ainda depois de diagnosticarem tuberculose a Marguerite. Baseada no livro “A Dama das Camélias”, escrita em 1852 por Alejandro Dumas (filho), o filme foi marcado por Garbo como seu favorito na hora de escolher o mais importante de sua carreira. Para que sua interpretação resultasse mais natural, a atriz usou pantufas debaixo de seus exuberantes vestidos.

Apresentação quinta-feira 15, 23h45|Reprise sexta-feira 16, 14h00

 

Forrest Gump – O Contador de Histórias (1994)

Diretor: Robert Zemeckis

Elenco: Tom Hanks, Robin Wright, Gary Sinise, Sally Field

Gênero: Comédia / Drama

Um homem em um banco...narrando sua vida


Sinopse:
Um dos personagens mais memoráveis de Tom Hank, Forrest Gump é um homem simples com QI baixo que, apesar disso, do fim da década de 1950 aos anos 1970, viveu uma vida extraordinária, estando presente em significantes eventos históricos ¿ em cada um deles, excedendo qualquer expectativa que pudessem ter sobre ele. Ele superou suas dificuldades e provou que a determinação, a coragem e o amor são mais importantes que qualquer habilidade. Dirigido por Robert Zemeckis, ¿Forrest Gump ¿ O Contador de Histórias¿ venceu seis Oscars, incluindo o de melhor filme, direção e ator.

Apresentação sexta-feira 16, 22hs | Reprise sábado 17, 17h30

 

Doze Homens e uma Sentença (1957)

Diretor: Sidney Lumet

Elenco: Henry Fonda, Lee J. Cobb, Martin Balsam

Gênero: Drama


Sinopse:
O caso de um jovem hispânico acusado de parricídio dá lugar a uma longa deliberação do júri. Um debate é iniciado em uma sala depois de se ouvir as declarações da acusação e da defesa. O filme todo se passa praticamente durante a deliberação, na qual se vê discussões efusivas entre cada um dos jurados, com seus preconceitos e rivalidades. “Doze Homens e uma Sentença” é o exemplo perfeito do que um filme pode transmitir, envolvendo o espectador até o último minuto.

Apresentação sábado 17, 0h35 | Reprise sábado 17, 14h00

 

Apocalypse Now (1979)

Diretor: Francis Ford Coppola

Elenco: Martin Sheen, Marlon Brando, Robert Duvall, Frederic Forrest

Gênero: Guerra


Sinopse:
A partir da adaptação de John Milius do relato de Joseph Conrad, “Heart of Darkness”, Francis Ford Coppola constrói uma caótica e alucinada visão da guerra do Vietnã, através das vivências de um oficial (Martin Sheen) enviado para eliminar um coronel enigmático (um totêmico Marlon Brando) que se constitui em senhor da guerra de um domínio surrealista e medonho. Uma viagem ao inconsciente de um conflito que por momentos parece com uma alucinação, “Apocalyse Now” é o filme que mais livremente recriou os fatos, mas o que melhor capturou sua essência, afastando-se do realismo epidérmico para conseguir nos guiar pela verdadeira experiência da guerra. Para Coppola, “Apocalypse Now”  “não é sobre o Vietnã. É o Vietnã”.

Apresentação sábado 17, 22hs

 

A Mansão do Terror (1961)

Diretor: Roger Corman

Elenco: Vincent Price, John Kerr, Barbara Steele

Gênero: Terror


Sinopse:
Francis Barnard viaja a Espanha após a morte de sua irmã Elizabeth. O marido dela, Nicholas Medina, filho de um torturador brutal da época da Inquisição, informa a Francis que sua irmã morreu em decorrência de uma doença sanguínea. Mas Barnard não acredita na explicação e começa a investigar enquanto, no castelo, estranhos acontecimentos o deixam de cabelos em pé. Com “A Mansão do Terror”, Corman adapta Poe pela segunda vez, com roteiro de Richard Matheson e a participação do grande fetiche do terror Vincent Price. O filme ainda conta com a atuação de Barbara Steele, a “rainha do grito” e musa do truculento clássico de Mario Bava “A Maldição do Demônio”, entre outras pérolas do gênero.

Apresentação domingo 18, 0h35 | Reprise domingo 18, 18h30

 

A Última Tentação de Cristo (1988)

Diretor: Martin Scorsese

Elenco: Willem Dafoe, Harvey Keitel, Barbara Hershey

Gênero: Drama


Sinopse:
Filme de grande poder e beleza baseado na adaptação, escrita por Paul Schrader, da controversa novela de Nikos Kazantzakis sobre as dúvidas de Jesus a respeito de sua própria natureza divina. Scorsese se submerge na alma e na mente de um atormentado Jesus Cristo. Com Willem Dafoe no papel principal, Harvey Kaitel como Judas, David Bowie como Pôncio Pilatos e uma trilha sonora belíssima composta por Peter Gabriel.

Apresentação domingo 18, 22hs

 

 

 

 

Anúncios

5 comentários em “TCM – 5ª Edição dos 50 Melhores Filmes que deve assistir antes de Morrer (Semana III)

  1. debondan disse:

    Vi poucos da lista ,confesso.Fiquei com vontade de ver o filme do Kurosawa . bjos

  2. O mundo de Assim...Assim... disse:

    Bons filmes hein?
    Bjs Bjs!!!

  3. Ogasdacoca disse:

    12homens e uma sentença é muito bom. asssisti nafaculdade e adorei.
    Um beijo

  4. Larissa disse:

    Ahh, eu não sabia que tinha o filme da Dama das Camélias. Li o livro e é excelente.
    Acho que Doze Homens e uma Sentença tem o livro também, né? Já ouvi meu pai falar a respeito, mas não to lembrada sobre o que era 😀
    Postei de novo lá, Ferds.
    Beeijos ❤

  5. Cris disse:

    Essa semana está maravilhosa! Com certeza vou assistir um monte desses filmes, principalmente agora que eu estou livre das minhas obrigações do Ensino Médio (pelo menos, por hora).

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s