O último Post do Ano [#844]

“Precisamos decidir como podemos ser valiosos, em vez de pensar em quão valiosos somos.” Scott Fitzgerald

Chegamos a  mais um fim de ano, esse é o último post de 2011, um ano complicado para o blog e em alguns aspectos para mim também. Não consegui manter minha seqüência de um post por dia, o blog ficou parado por mais de seis meses e eu acabei só fazendo 100 post nesse ano.

Mas no último trimestre eu recoloquei o malditovivant no ar e consegui fazer bons posts e voltar a ter prazer em escrever por aqui. Um ponto legal, que meu retorno me fez ser convidado pelo Sr.Fábio para integrar o excelente Blog turmadocafe.com, por lá eu escrevo uma vez por semana e meu assunto é cinema.

O Blog também mudou de layout, ficou com uma cara mais sedutora [como diria a pessoa que me ajudou a escolher o Layout].

Vou continuar com o blog nesse ano de 2012, porque a cada ano que passa percebo como ele é importante pra mim [e como conheço pessoas legais], não vou tentar inovar em nada, apenas manter a mesma fórmula de sempre, só que agora com apenas 3 notas na semana. Creio que consigo no ano que vem chegar perto do post número 1000 [quem sabe rola uma festa].

 

Haroldo Dança de Felicidade! Um Novo Ano está chegando

Segunda tem post novinho…

 

Coisas bobas pra fazer no Fim do Ano

1ª ondinha….pula…..2ªondinha..pula….3ªondinha..pula………7ª ondinha…pu…glub..glub….

Com a chegada de um novo ano, as pessoas querem afastar os problemas e as dificuldades do ano e atrair coisas boas pra suas vidas, como um novo emprego, um chefe mais legal, uma promoção, um novo amor, felicidade e tudo mais.

Pra isso as pessoas recorrem as famosas simpatias de Fim de ano, estas simpatias são roubadas Copiladas de alguns sites especializados e de um velho livro de simpatia que tenho aqui em casa, eu como não acredito, por isso só vou fazer a minha tradicional q é a de mentalizar os meus planos para o novo ano e pular as sete ondinhas.

[Não que eu acredite, mas já virou uma tradição esse post, perto das linhas finais do ano. Se você quiser tentar tranquilo, mas vou avisando o papel funciona]


Amor


Calcinha ou cueca nova: para quem quer atrair dinheiro e fartura, use peças amarelas ou douradas; as brancas atraem paz e felicidade; as vermelhas são ótimas para as grandes paixões. Para quem quer viver um grande amor, prefira as de cor rosa.

Para achar a pessoa ideal [Pode fazer que essa dá muito certo]: Em uma folha branca, escreva as qualidades que a pessoa especial deve ter, em um prato branco acenda uma vela e queime esse papel, as cinzas q ficarem no prato deve ser jogadas pela janela depois deixa a vela queimar até o final. Mentalizando coisas boas e pense nas qualidades. [Esse ano eu não vou fazer, to muito bem servido]

Dinheiro


Jogue moedas, da rua para dentro de casa. Atrai riqueza para todos que moram no lugar [Na praia é apartamento…acho q não rola]
Deixe a casa também bem iluminada com luzes e velas e as portas e janelas abertas durante a festa do réveillon.

Após a meia noite vá pra casa e coma 3 colheradas de lentilha só q mentalize o q vc deseja a cada colherada e vc tem q estar com os pés em algum lugar alto [essa eu sempre faço pq. não dá trabalho e eu curto lentilha e comer na rede é divertido]

UMA NOTA DE DINHEIRO DENTRO DO SAPATO: os orientais dizem que a energia entra no nosso corpo pelos pés.  O dinheiro no sapato atrai mais e mais riquezas.[não use havaianas]

DAR TRÊS PULINHOS, com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota. Depois, jogar todo o champanhe para trás, de uma vez só, sem olhar. Deixa para trás tudo de ruim. Não se preocupem em molhar os outros: quem for atingido pelo champanhe terá sorte garantida o ano todo.[Cuidado para não começar uma briga no ano novo]

Não passe o Ano Novo com os bolsos vazios.[Se vc estiver em COPA tb não passe com o bolso muito cheio]

Coma doze uvas verdes, à meia-noite do Ano Novo, para ter dinheiro em todos os meses do ano.

Cores para o Ano Novo

A roupa azul é para quem quer ter esperança

A roupa vermelha é para precisa de sorte no amor.

A roupa amarela representa o poder do ouro e atrai dinheiro.

Agora aqui vai uma dica bem legal se vc mulher precisa de um novo amor não vá pra a Praia vestida de vermelho, pq normalmente todas estão vestidas de Branco ai vc de vermelho no meio da galera vai chamar muita atenção. Com certeza o pessoal da praia vai achar q vc é uma encalhada e isso não é muito bom.

 

Brincadeiras de lado, o que eu sempre faço, é traçar metas possíveis para o ano q vai entrar, coisas que dependem exclusivamente de mim para acontecer. E assim que o ano vai passando eu olho para as anotações e tento realizar [serve mais como lembrete] Outra brincadeira que eu sempre faço é pular as Sete ondinhas…Já virou tradição, sempre entro no mar 0:10 e pulo a primeira onda 0:13 em ponto.

Aproveite as festas….sexta o último Post do Ano.


Um Feliz Natal para todos os meus leitores e amigos

“Felicidade é a única coisa que podemos dar, sem realmente ter.” Voltaire

Chegamos a mais um Natal, época de se celebrar a vida e estar perto de quem a gente ama [ou pelo menos gostaria de estar].

Esse ano devo agradecer as pessoas maravilhosas que entraram na minha vida, [por meio desse Blog ou por outros meios] e nunca me esquecer das pessoas importantes q vieram antes.

A todas as pessoas que leram meu blog [perdendo 15 minutos da vida] eu desejo um Feliz Natal para todos.

E desejo também um maravilhoso Natal, para todas as comparsas….

Meu presente para todos vcs é um momento de genialidade de Calvin e Haroldo refletindo sobre o espírito de amizade e o real sentido do Natal.

 

Aproveite o natal com as pessoas que você ama, se estiver longe de alguem que você gosta muita, manda uma SMS, isso pode fazer muita diferença no dia dessa pessoa.

Um feliz Natal para todos e só volto no dia 28 para o penúltimo post do ANO…

Felicidade não se compra…meu filme favorito para o Natal.

Capra o Diretor da inocência.

O Diretor Frank Capra é um dos mais famosos diretores do cinema Preto e Branco, considerado um diretor otimista, seus personagens principais sempre são homens honrados e inocentes e que tem seu caráter posto a prova a todo instante.

Ele dirigiu clássicos como O Galante Mr.Deeds [Com uma brilhante atuação de Gary Cooper] e A Mulher faz o homem [Com James Stewart no Papel Principal], estes filmes são as jóias raras deste diretor, depois destes filmes o mundo já achava que já tinha visto todo o potencial deste diretor.

Encontrar a pessoa que ama

Só que sete anos após completar A Mulher faz o Homem, Capra refaz a sua parceria com James Stewart e cria sua Obra Prima. A Felicidade Não se Compra.

Sinopse: É a história de um Espírito, candidato a Anjo que, para ganhar suas asas, recebeu a missão de ajudar um valoroso empresário que, em virtude de grave problema financeiro, provocado por desonesto banqueiro, tinha a intenção de se suicidar. O aspirante a Anjo foi encontrá-lo na véspera do Natal, à noite, prestes a saltar de uma ponte nas águas geladas que corriam embaixo. Fazendo-se visível e identificando-se, falou de sua missão e, sem nenhuma pretensão de demovê-lo da idéia, comentou que seria um desperdício, porque ele vinha sendo importante para muita gente. Ante o ceticismo de seu protegido, que se sentia um fracassado, o amigo espiritual mostrou-lhe varias situações que teriam acontecido se não fosse sua interferência. A morte do irmão, a tristeza da esposa, a situação lastimável de sua cidade entre outras.


Apesar de o filme ter sido feito em 1946, sua temática continua atual
. Onde as pessoas sempre desistem de seus sonhos para uma causa maior. Ou mesmo lutamos contra a imoralidade e defendemos os nossos princípios.

James Stewart merecia um Oscar por essa atuação, ele encarna muito bem o jovem e inocente, porém ambicioso George Bailey. Que a todo custo tenta deixar a cidadezinha onde mora, mas nunca consegue. Ele tem vontade de conhecer o mundo, mas a cada tentativa frustrada de sair , ele fica cada vez mais ligado a sua cidade e a seus amigos.

 

Depois de assistir esse filme você acaba percebendo que dentro de cada um de nós existe um George Bailey escondido.

Assista vc não vai se arrepender.

 

Alguem me dá um poster desse de presente ?

 

 

TCM – 5ª Edição dos 50 Melhores Filmes que deve assistir antes de Morrer (Semana Final)

Chega ao fim mais uma lista dos 50 filmes que você deve antes de morrer, nessa última semana o destaque vai para Hithcock com Sombra de uma Dúvida, Perdidos na noite [um filme que nunca assisti] e claro os voltados para o Natal como Milagre na Rua 34 e Conta Comigo.

Conta Comigo, foi um filme que acompanhou a minha infância, junto com muitos outros filmes dos anos 80, que viviam sendo reprisados na sessão da tarde. Vale destaque para a trilha sonora deste filme. E para uma geração de atores mirins que não vingaram.

 

Os 50 filmes acabaram, mas o Blog continua…

Até Quarta

 

Consciências Mortas (1943)

Diretor: William Wellman

Elenco: Henry Fonda, Dana Andrews, Anthony Quinn

Gênero: Western / Drama


Sinopse:
Um esplêndido protesto contra a pena de morte por meio da história de dois caubóis que a enfrentarão sem ter relação alguma com o delito que lhes é imputado: um roubo de gado. Os motivos que impulsionarão os cidadãos de Ox-Bow a cometer o crime são os mais diversos, incluindo o ódio racista (um dos acusados é mexicano), o medo de serem culpados no lugar dos réus e até o mero sadismo.

Apresentação segunda-feira 19, 22h | Reprise terça-feira 20, 15h25

 

Christine – O Carro Assassino (1983)

Diretor: John Carpenter

Elenco: Keith Gordon, John Stockwell, Alexandra Paul

Gênero: Terror


Sinopse:
Filme pesado e violento de John Carpenter baseado no best-seller do mestre do terror literário Stephen King. Uma perfeita combinação da brilhante história de King com a habilidade de Carpenter para transformar o sobrenatural em cotidiano.”Christine – O Carro Assassino” começa quando Arnie compra um carro usado para reformar, um Plymouth Fury 1958 vermelho e branco. Mas esse “carrinho” – fabricado em Detroit – não era um automóvel qualquer: dentro do chassis vive uma força demoníaca que destruirá quem cruzar o seu caminho.

Apresentação segunda-feira 19, 23h45

 

Perdidos na Noite (1969)

Diretor: John Schlesinger

Elenco: Dustin Hoffman, Jon Voight

Gênero: Drama

Jon Voight e Dustin Hoffman em seus melhores papéis


Sinopse:
Joe Bucki (John Voight) se muda para Nova York convencido de que, com seu físico e seu aspecto de caubói, poderá viver como um solicitado gigolô. Entre todas as relações superficiais que mantém, ele encontra o afeto sincero de um vagabundo chamado Ratso Rizzo (Dustin Hoffman). Um filme inesquecível pela química existente entre Voight e Hoffman, e pelo contraste entre o registro quase documental da vida marginal em Nova York e a envolvente fábula moral. Impossível esquecer o tema “Everybody’s Talkin”, interpretado por Harry Nilsson.

Apresentação terça-feira 20, 22h

 

Tora! Tora! Tora! (1970)

Diretor: Richard Fleischer, Kinji Fukasaku, Toshio Masuda

Elenco: Martin Balsam, So Yamamura, Joseph Cotten

Gênero: Guerra

Pearl Harbor com menos glamour


Sinopse:
Tora! Tora! Tora! é o código japonês para atacar. O filme reproduz de maneira detalhada o ataque a Pearl Harbor e todos os fatos que o precederam. Uma supercoprodução entre os Estados Unidos e o Japão que originalmente teria Akira Kurosawa como diretor do segmento japonês da história.

Apresentação 21, 0h10 | Reprise quarta-feira 21, 15h50

 

Os Bons Companheiros (1990)

Diretor: Martin Scorsese

Elenco: Robert DeNiro, Ray Liotta, Joe Pesci

Gênero: Policial

Companherismo e honra pelos olhos de Scorsese


Sinopse:
A lembrança que Henry guarda com mais carinho da sua infância é que os caras legais que ele conhecia tinham todos uma coisa em comum:eram gangsters. Aos poucos ele se aproxima dos seus ídolos, é adotado pela gangue, e com seus companheiros Tommy e James Conway, vive para e pela Máfia.

Apresentação quarta-feira 21, 22h

 

A Sombra de uma Dúvida (1943)

Diretor: Alfred Hitchcock

Elenco: Joseph Cotten, Teresa Wright, MacDonald Carey

Gênero: Thriller

HItchcock cria a atmosfera perfeita


Sinopse:
Neste obscuro e inquietante suspense (o favorito de Alfred Hitchcock), Teresa Wright é Charlie Newton, uma jovem que mora com seus pais na cidade de Santa Rosa, no norte da Califórnia. A jovem tem uma relação muito próxima com seu “”adorável”” tio Charlie Oakley (Joseph Cotten), o único capaz de compreender sua necessidade de um dia ir embora da cidade pequena onde mora. Quando a vida se torna muito monótona, Charlie convida seu tio à casa da família. Mas, desta vez, a chegada de dois detetives (MacDonald Carey e Wallace Ford) no meio da investigação do caso do “assassino da viúva alegre” modifica o comportamento do tio. A jovem começa, então, a desconfiar que seu querido tio não é realmente o homem que parece ser… O roteiro escrito por Alma Reville (a esposa de Hitchcock), Thornton Wilder e Sally Benson se baseou em uma história de Gordon McDowell inspirada no caso real do assassino em série Earle Leonard Nelson. Se destacam a magnífica fotografia de Joseph Valentine e a extraordinária estréia de Hume Cronyn como um assassino amador, além do cínico retrato que Hitchcock realiza sobre a típica família americana de classe média.

Apresentação quinta-feira 22, 0h45 | Reprise quinta-feira 22, 14h00

 

Férias Frustradas (1983)

Diretor: Harold Ramis

Elenco: Chevy Chase, Beverly D’Angelo, Anthony Michael Hall

Gênero: Comédia

Chevy Chase é o Pai da família Griswold que tenta viajar


Sinopse:
Carl Griswold (a genial criação de Chevy Chase) quer atravessar os Estados Unidos com sua família descomunal em uma van. Da cidade de Chicago até o parque Wallt World, Disney World de quarta categoria mas que para os Griswold é uma meta sonhada. No trajeto, algumas coisas não saem como planejado. “Algumas coisas” são uma somatória de coisas que alguma vez não deu certo a qualquer família de tenha saído de férias – e todas as coisas ao mesmo tempo.

Apresentação quinta-feira 22, 22H | Reprise sexta-feira 23, 17h15

 

A Máquina do Tempo (1960)

Diretor: George Pal

Elenco: Rod Taylor, Alan Young, Yvette Mimieux

Gênero: Ficção Científica

Uma máquina capaz de corrigir os erros do passado ?


Sinopse:
Neste fascinante filme de ficção científica (ganhador de um Oscar® por seus deslumbrantes efeitos especiais), Rod Taylor é H. George Wells, um cientista inglês fascinado com a possibilidade de viajar no tempo. Em fins do século XIX, o cientista finaliza a construção de uma máquina que lhe permite transportar-se ao passado e ao futuro. George inicia, então, uma apaixonante viagem até 1917. Ali se entristece ao testemunhar o começo da violenta Primeira Guerra Mundial. Depois, viaja até os anos ’40 e observa uma guerra ainda mais sangrenta. Depois de deter-se em 1966 e presenciar a brutal destruição de Londres por uma terrível explosão nuclear, George viaja até o futuro distante. Ali duas raças habitam o mundo: uma apática e monótona que vive na superfície, e outra, canibal, que vive debaixo da terra. Esta última se apropria da máquina do tempo, obrigando a George a arriscar sua vida em recuperá-la para poder voltar à sua época. Esta fascinante adaptação do clássico romance de H.G. Wells foi dirigida por George Pal. Em 2002 Simon Well, bisneto de H.G. Wells, dirigiu uma nova versão com Guy Pearce no papel principal.

Apresentação quinta-feira 22, 23h45 | Reprise sexta-feira 23, 15h25

 

Um Dia de Fúria (1993)

Diretor: Joel Schumacher

Elenco: Michael Douglas, Robert Duvall, Barbara Hershey

Gênero: Drama

Um colapso nervoso..e uma cidade em chamas


Sinopse:
Numa manhã como qualquer outra um homem sai rumo ao seu trabalho nos arredores de Los Angeles. Mas, depois de ser surpreendido por um gigantesco engarrafamento, decide abandonar o carro e empreender uma caminhada. Ele só não sabe que uma cidade violenta o espera, mas ele se vira muito bem para ajustar todas as suas contas pendentes…

Apresentação sexta-feira 23, 22h

 

Como Era Verde o Meu Vale (1941)

Diretor: John Ford

Elenco: Walter Pidgeon, Maureen O’Hara, Roddy McDowall

Gênero: Drama

Jonh Ford cria um épico


Sinopse:
O filme narra a transformação de uma família mineira galesa e do povoado que ela habita no fim do século 19, pela perspectiva do filho mais novo (Roddy McDowall), quando a chegada do progresso modifica dramaticamente a vida econômica da região, tradicionalmente dedicada à atividade mineira. Essa grande família, cujos membros sempre trabalharam em minas, começa a se desmembrar e, ante às dificuldades econômicas, alguns de seus integrantes se veem obrigados a emigrar em busca de melhores horizontes. Uma das obras mestras de John Ford, vencedora de cinco Oscars®, entre eles o de melhor filme e direção.

Apresentação sábado 24, 0h15 | Reprise sábado 24, 14h00

 

Milagre na Rua 34 (1947)

Diretor: George Seaton

Elenco: Maureen O’Hara, John Payne, Edmund Gwenn

Gênero: Comédia / Fantasia

Um filme para esquentar seu coração


Sinopse:
Durante um desfile natalino organizado por uma grande loja de departamentos de Nova York, o homem que representaria o Papai Noel precisa ser substituído por conta de uma indisposição. Um senhor chamado Kris Kringle é contratado para o trabalho, mas tudo se complica quando ele afirma ser o verdadeiro Papai Noel.

Apresentação Sábado 24, 22h | Reprise domingo 25, 14h00

 

Conta Comigo (1986)

Diretor: Rob Reiner

Elenco: Wil Wheaton, River Phoenix, Corey Feldman

Gênero: Aventura / Drama

O verdadeiro sentido da amizade


Sinopse:
Em uma pequena cidade nas montanhas do Oregon, no decorrer de um verão, quatro amigos – Gordie, Chris, Teddy e Vern – embarcam em uma fantástica aventura: resolvem passar o fim de semana longe de casa. Mas o verdadeiro objetivo da viagem é encontrar o corpo de um garoto desaparecido. Esperando se tornar verdadeiros heróis, eles contarão e viverão histórias, além de enfrentar uma gangue de garotos mais velhos, em um desafio que mudará suas vidas para sempre, no qual cada um descobrirá algo sobre si mesmo.

Apresentação domingo 25, 1h15 | Reprise domingo 25, 18h30

 

Rain Man (1988)

Diretor: Barry Levinson

Elenco: Dustin Hoffman, Tom Cruise, Valeria Golino

Gênero: Drama

Uma obra prima


Sinopse:
Charlie Babbitt (Tom Cruise) é um ambicioso vendedor de carros que, após anos sem falar com o pai, toma conhecimento de sua morte e ainda descobre que ele deixou sua herança para um outro filho – que Charlie desconhecia. Raymond Babbit (Dustin Hoffman) é autista, mas tem uma incrível habilidade para cálculos matemáticos. Internado em uma clínica para deficientes mentais, ele recebe a visita de Charlie, interessado somente em seu dinheiro. Charlie tenta convencê-lo a viajar para Los Angeles, mas Raymond morre de medo de avião. A solução é cruzar o país de carro. Durante a viagem, os dois criam fortes laços que mudarão suas vidas para sempre. “Rain Man” venceu quatro Oscars® nas categorias de melhor ator (Dustin Hoffman), diretor (Barry Levinson), filme e roteiro original. Também recebeu indicações nas categorias de melhor direção de arte, fotografia, edição e trilha sonora.

Apresentação domingo 25, 22h

 

Operação França (1971)

Diretor: William Friedkin

Elenco: Gene Hackman, Fernando Rey, Roy Scheider

Gênero: Policial


Sinopse:
Jimmy Doyle e Buddy Rosso são dois policiais nova-iorquinos que estão no encalço de uma rede de tráfico de drogas. Um policial com letras maiúsculas da década de 70, intenso e excessivo nas atuações de um sempre dândi e às vezes sinistro Fernando Rey e de um raivoso Gene Hackman, com perseguições furiosas, abuso da força policial e uma Nova York suja e violenta. Tudo sob a direção experiente e frenética de William Friedkin.

Apresentação segunda-feira 26, 0h30 | Reprise segunda-feira 26, 18h00

Então é Natal…o que vc fez ??

[Ra do ogasdacoca, sei que você odeia o Natal, porque trabalha como uma condenada, mas tente ver o lado positivo da coisa]

 

Eu adoro o Natal, é minha época favorita do ano, onde as pessoas ficam mais amáveis, ganhamos presentes, as frutas mais gostosas estão a disposição e o Panetone faz a vez do pãozinho da manhã.

Infelizmente Dezembro é um mês complicado para sair de casa, os mercados e shoppings estão lotados, ir à padaria para tomar café nem pensar, ir a praia então um esforço colossal.

Falando em Praia, é tradição todo ano irmos para a Praia para ver a tradicional queima de fogos e a pular as sete ondinhas. Lá é outro lugar onde precisamos estar armados de paciência.

Outra coisa q eu não gosto do Natal são as reuniões familiares,[Sou chato pra caramba] vc vai à casa da sua Avó, encontra com uns primos q vc fez de conta o ano todo que ele não existe para não ter q conversar.

Meu sobrinho sempre dá uma força pra montar a árvore

Mas na casa da sua Avó vc é obrigado a ser bom amigo e gastar seu precioso tempo com aquele seu primo que a única coisa em comum q tem com vc é a mesma avó.

Dezembro tb é a hora de repensar o seu ano. Então chegou o q vc fez ?

Essa pergunta é sempre complicada. Mas é um exercício muito importante para refletir o que de bom e ruim aconteceu na sua vida e começar a elaborar os planos para o ano q vai seguir.

Eu pretendo fazer o meu balanço, mais perto das últimas semanas, mas pelas minhas resoluções do ano passado eu percebo que consegui realizar uma boa parte delas. E já sei o que eu quero para o Ano q vem e vou trabalhar bastante para isso.

Dezembro é tudo isso e tudo mais….

Um Bom Dezembro para Todos.

Girando e girando rápido

Por Humberto Domiciano

[Convidei meu amigo para falar do Beady Eye um Oasis sem o Noel, antes ele fez uma resenha do disco solo dele, clica aqui dá uma lida]

Como é de conhecimento de todos, o Oasis deixou de existir em 2009. A partir de então, os irmãos Gallagher resolveram cada um montar a sua banda. O Beady Eye, que tem Liam junto com todos os integrantes da última formação do Oasis, lançou seu trabalho primeiro. Different Gear, Still Speeding é uma boa mostra de rock n’ roll e já nos deixa ansiosos para o próximo cd…

 

Four Letter Word – Abertura típica do Oasis dos anos 90. Riff marcante, vocais limpos e batida animada. Grande som, com uma letra bem interessante e mostra um Liam talvez mais maduro…

Millionaire – Mais uma bela canção. Timbre e tema bem anos 60. É complicado não comparar com Beatles, mas a melodia é boa e cativante e novamente a letra é boa…

Liam, o BadBoy que o Rock Precisa

The RollerAqui temos o primeiro single do trabalho. Semi-balada, de certa forma melancólica. Algum fã mais atento pode lembrar um pouco de John Lennon em seus primeiros discos-solo.

Beatles and StonesO título diz tudo. Rockão bem anos 60, rápido, direto e sem firulas. Vamos passar como Beatles e Stones!!

Wind Up DreamOutra com a cara do Oasis. Tem uma levada mais preguiçosa, quase indolente, mas com bons riffs e solos. Poderia facilmente estar em algum disco da banda de Manchester.

Bring the LightAqui Liam voltou um pouco mais no tempo. O piano lembra Jerry Lee Lewis e a coisa fica mais interessante com a guitarra afiada no momento certo e com o coro feminino de fundo.

For Anyone – Primeira música ‘bonitinha’ do disco. Violão, batidinha manjada e toquezinho folk. Som agradável e só.

Kill For a DreamMais uma balada. Mas nesta, os arranjos são mais elaborados e a música vai crescendo. Bela letra, com uma mensagem muito boa. Vale destacar também os solos curtos, mas bem precisos.

Standing on the Edge of NoisePesada, barulhenta e com o título mais uma vez auto-explicativo. Lembra de leve Helter Skelter, dos Beatles. Essa anarquia é boa e faz falta para o rock moderno.

WigwamUma semi-balada. Sem nada de especial, talvez a mais fraca do disco.

Three Ring CircusRock básico, bom riff, bom solo e refrão preciso. Simples como esse tipo de som deve ser.

The Beat Goes OnTalvez a mais beatlemaníaca do disco. Arranjos sessentistas e a temática também. Mais um bom som e que serve para mostrar que Liam também consegue acertar nas suas composições.

The Morning Son – O fechamento do disco foi com bom gosto. Balada com violão, sons mais delicados. Música feita sobre a paternidade e o quanto ela pode alterar a vida de um homem.

[Amanhã eu estou lá no Turmadocafe.com para dar uma dica de filme, como hoje falamos de Oasis, amanhã é dia de falar de Lennon]