Minha releitura de fim de ano [Émilie Zola – A Morte de Olivier Bécaille]

“Os governos suspeitam da literatura porque é uma força que lhes escapa”. Émilie Zola


Reler este livro perto do fim do ano já virou uma tradição para mim, o livro é um apanhado de contos curtos do genial escritor Émilie Zola, o escritor é famoso pela sua Obra Prima: Germinal, no qual ele narra a saga de trabalhadores de minas de carvão, na busca de seus direitos.

Para compor o livro, Zola trabalhou durante dois meses em uma mina, e além de trabalhar viveu como eles, onde dormia em acampamentos e bebia em suas tavernas.

Em geral seus livros retratam a natureza humana.

Antes desse livro eu não conhecia nada sobre Zola, mas certa vez ao passar por uma livraria fui encantado pela capa deste livro [“A morte de Olivier Bécaille”uma bela composição em preto e amarelo ouro no centro o quadro de Gustave Coubert, não hesitei e comprei o livro [eu sempre fujo a lógica e compro livros pela capa, mas sempre me dou bem com isso].

Os personagens dos contos não são homens ou mulheres idealizados, eles são “reais” dotados de  paixões, volúpia, egoísmo, ódio e orgulho como realmente somos.

Le Désespéré

Agora um breve resumo dos contos:

1º Conto A morte de Olivier Bécaille

O nosso personagem principal resolve se mudar para Paris com sua jovem esposa, só que uma doença o assola o fazendo ficar acamado durante vários dias, em certa manhã ensolarada ele não consegue acordar apesar de estar totalmente consciente com o que está acontecendo a sua volta.

Ai começa a Morte de Olivier Bécaille, onde mesmo dado como morto, Olivier percebe tudo a sua volta, como a chegada da vizinha bisbilhoteira, q ajuda a preparar o “morto”, o choro da sua esposa e o bater de pregos no caixão.

“Compreendi que ela estava me vestindo com as roupas de nosso casamento, eu ainda tinha aquele traje que pensava usar em Paris em dias especiais…”

 

2º Conto Nantas [O meu favorito]

Nantas se muda para Paris em busca de um sonho “se tornar um grande senhor” só que a verdade parisiense é outra, e apesar de suas qualidades administrativas não consegue emprego.

Então na noite em que Nantas resolve se matar, o destino bate a sua porta uma empregada de uma renomada casa Francesa o procura fazendo uma proposta: assumir o filho de uma jovem rica e desesperada que havia se aventurado nos braços de um homem casado. Essa seria sua grande chance, mas qual será o preço a se pagar e de que vale o poder ?

“Eu sou uma Força” com isso ele criou uma religião para si onde a força era o fator decisivo onde ela sempre conseguia impor sua vontade

 

3º A Inundação.

Em uma fazenda no interior da França vive um senhor com seus filhos e netos a sorte estava ao seu lado sua fazenda prosperava de maneira surpreendente, até q uma noite o rio Garonne, inunda toda a cidade castigando todos o vilarejo

Sua família se refugia dentro da casa, mas com o tempo a casa começa a ser tomada pela água. A única chance de sobreviver é subir até o topo da casa e esperar pela ajuda.

“Feliz eu voltara pra a sala de repente, na grande serenidade do campo, ressoou um grito terrível, de angústia e de morte: O Garonne! O Garonne!”

Procure este livro, que é  bem curtinho [tem 121 páginas] e deve custar por volta de 15 reais, e assim aproveite uma boa tarde de leitura.

Anúncios

5 comentários em “Minha releitura de fim de ano [Émilie Zola – A Morte de Olivier Bécaille]

  1. debondan disse:

    Gostei da dica. Vou comprar. Atiçastes minha curiosidade.

    Ferds, ai, ai, ai…é claro que pinto. Nas páginas do meu blog tem uma de nome GURIA SUJA DE TINTA . Entra lá que irás conhecer mais um pedaço de mim. bjos

  2. Fernanda disse:

    Como assim primeira vez q ve uma foto minha? haha tem um monte no blog. Este metro é chique mesmo, mais vc nao tem ideia do calor e de quao cheio q é. Eu só ando de onibus. Só ando de metro no inverno, é dificil esperar o bus no frio. É caotico tao qto o de Sao Paulo. =(
    Nao é facil “perder” as pessoas. Algumas realmente fizeram e ainda fazem diferenca na minha vida. Eu ate gosto do ritmo q levo, só q tem horas q precisamos por o pé. A vida passa mto rapido! Bjos

  3. Uma ótima opção para presentear também, certo?

    Beijo,
    Camila F.

  4. […] Émilie Zola – A Morte de Olivier Bécaille, apesar de ser um pocket book q reúne 3 contos do Mestre Zola, ele é um livro q pelo menos uma vez no ano eu releio em especial o segundo conto [Clique aqui e leia sobre o livro] […]

  5. […] Minha releitura de fim de ano [Émilie Zola – A Morte de Olivier Bécaille] […]

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s