Recortes do amadurecimento [A Suprema Felicidade]

As coisas findas / Muito mais que lindas / Essas ficarãoDrummond de Andrade

Ontem resolvi tirar meu atraso de cinema, fui assistir o novo filme do Argentino Daniel Darin [Os Abutres] e assistir o mais novo filme de Arnaldo Jabor,  A Suprema Felicidade.


Confesso que fiquei meio decepcionado com o filme, não que o filme seja ruim,  o filme é muito bom em alguns aspectos, mas peca pelo excesso de Personagens e suas histórias que não levam a lugar nenhum.

O filme é feito como um livro de recortes na vida de Paulo, um garoto normal de uma pacata rua de um Rio de Janeiro que não existe mais. Nesses recortes vemos o primeiro encontro de seu Pai com sua Mãe, sua primeira briga, sua primeira ida ao cabaré e a descoberta dos amores reais e principalmente dos falsos amores.

Felicidade e tristeza lado a lado

 

Paulo é cercado por figuras clássicas de um mundo Boêmio, Bené o pipoqueiro [Uma interpretação leve e divertida de João Miguel conhecido pelo filme Estomago clique aqui e leia], um padre que não parece usar a batina [interpretado por zé bunitinho] e um outro que tenta controlar a curiosidade dos garotos [Ary Fontoura].


Mas dos personagens secundários que realmente rouba a cena é o Sr.Noel [Marco Nanini], Avô de Paulo. Noel é uma clássica figura da boemia carioca de outros tempos, criado na malandragem da lapa, toca trompete e desfila com seu terno branco e seu chapéu Panamá pela avenida. Paulo seu neto é sua maior felicidade e seu maior discípulo, Noel vive a ensinar o garoto como viver bem.


Se o filme ficasse preso ao relacionamento dos dois, seria excelente, mas os outros personagens que aparecem tornam o filme cansativo. Como quando Paulo se apaixona por uma garota misteriosa em sua rua e ao se encontrar com ela, ele descobre como ela é perturbada pela morte da mãe.

Ou quando Paulo vai até a Lapa na busca por “mulheres fáceis” e topa com a realidade de uma delas, que cuida do marido e alimenta os filhos no mesmo lugar onde trabalha, nesta mesma cena presenciamos a violência da Lapa, com o assassinato de uma delas por um “Marujo” que lhe ataca a navalhadas [um resquício do cinema velho].

Diversões na Lapa

Com isso Jabor se mostra muito preso ao antigo cinema, com elementos clássicos da pornochanchada, o contraste do humor com a violência e as marchinhas de carnaval. Dentro disso Jabor cria um filme saudosista e repleto de recordações de um tempo que nunca vai voltar, mas que também não se parece com a realidade da época.

Tammy Di Calafiori

[As nossas recordações são criadas com as lembranças reais e os buracos das lembranças tapados com sonhos de como seria.]

Como diz Noel em um dos seus ensinamentos ao seu neto, após ele conhecer uma garota e dizer que ela é perfeita: Não existe uma coisa totalmente boa, nem uma coisa totalmente ruim.

Talvez seja isso que Jabor tenha tentado passar em seu filme…Veja A Suprema Felicidade no cinema ou aguarde sua chegada nas locadoras.


Anúncios

4 comentários em “Recortes do amadurecimento [A Suprema Felicidade]

  1. Ai, vou querer ver…sabe que eu ach oque eu vou gostar…
    beijos
    J^^h

  2. Ainda não assisti, mas já anotei a dica! 😉

    Camila F.

  3. debondan disse:

    Vou conferir este filme. Primeiro pq gosto muito do Jabor. O Eu te Amo dele, não faz meu estilo. Não gostei. Mas pelo que tenho lido e pelo que escrevestes, vou dar um voto de confiança . Só o Nanini -como o grande Noel- já vale, pelo visto. Que mulheres lindas!!!( é a mesma?) bjo

  4. Cris disse:

    Eu nunca vi um filme do Arnaldo ainda,mas já quis ler os livros mais recentes dele. Mas,não consegui,rs.
    E acho que um dia vou lembrar de Star Wars como uma das melhores coisas que conheci durante a adolescência.
    Eu queria muito ter a determinação e a beleza da Leia.Mas,not NEVER aqueles penteados.

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s