Um retrato das armadilhas da vida comum (Foi Apenas um Sonho)

“O vazio desesperançoso da vida” Frank Wheeler.

[Como nesta sexta não desembarcou nenhum filme bom no cinema, resolvi usar minha biblioteca de filmes]

O Amor

Sam Mendes largou o trabalho como diretor de teatro e migrou para o cinema, em seu primeiro filme ele já causou um grande estardalhaço no publico ao criticar ferozmente a cultura Americana. Este filme era Beleza Americana.

Anos mais tarde, ele fez a proeza de adaptar o romance de Richard Yates, e criou um dos melhores filmes de 2008, o filme manteve o mesmo título do livro: Revolutionary Road, que chegou ao Brasil com o nome de Foi Apenas um Sonho.

O filme fala sobre as armadilhas da vida comum, armadilhas que não são exclusividade da sociedade americana, e sim armadilhas que acontecem em qualquer sociedade.

O filme se foca em um jovem casal, que se mudam para um pequeno bairro e onde levam uma vida normal, e tem amigos e vizinhos normais. Vizinhos e amigos como os meus e os seus, vizinho que tecem comentários sobre nossa vida privada antes de se deitarem. Amigos que apóiam as nossas idéias mais malucas, e são hipócritas o suficiente de brindar ao nosso fracasso.

Vizinhos falsos

Não que todas as pessoas são assim, mas que vivemos em um baile de máscara isso é verdade.

Sinopse:O filme se passa em por volta de 1928, Frank Weller, vai trabalhar na mesma empresa em que o pai trabalhou a vida toda, sua mulher é uma atriz frustrada, ele com os pés mais na realidade, pq ele a vive, ela por passar a maior parte do tempo em casa, tenta buscar uma razão para a falta de felicidade do casal. Então ela sugere largar tudo e recomeçar a vida em Paris.

Ela conta isso para Frank na Noite de seu 30˚ aniversário, ela propõe a mudança em dois meses, ele a questiona do que viveriam em Paris, ela tranqüilamente diz, que trabalharia como secretária em algum posto do governo enquanto ele dedicaria seu tempo ao ócio. Ele acreditando em tudo aceita, mas nem tudo é simples, eles têm amigos, e vizinhos que escutam a história com a maior normalidade do mundo, apesar da cara de desprezo pela atitude.

Mas como em todo bom Drama, algo dá errado, ou certo, Frank recebe uma nova oportunidade no emprego ao mesmo tempo em que sua esposa fica grávida do terceiro filho.

Sam Mendes, colocou os diálogos em primeiro plano [o filme chega a lembra Quem tem medo de Virginia Wolf], fazendo um filme eletrizante, para isso chamou o velho casal de Titanic, Leonardo DiCaprio e Kate Winslet. E devo dizer que o casal está arrasador, e provaram que chegaram a maturidade ideal de um ator. Ela amadureceu bem antes, mas DiCaprio se mostra melhor a cada filme.

Apenas mais um homem comum, cansado de ser mais um

Se fosse feito por outro casal, o filme não teria o mesmo efeito. Sem contar a atuação de alguns outros atores como Kathy Bates, que faz o papel da corretora que vende a casa para o promissor casal [vale ficar de olho na cena final do filme, que foi genial como todo o resto].

Outras duas boas atuações são a da bella Secretária de Frank, interpretada pela Belissíma Zoe Kazan. E o doente mental filho da corretora Jonh Givens, que a todo o momento, fica a criticar a sociedade das máscaras. [Ai fica a pergunta ele é louco por insanidade ou por denunciar a verdade?]

Outra dona de casa, presa em um mundo sem janelas

Uma outra cena q vale destacar, é o momento em que Frank aceita a fantasia da esposa e vai ao trabalho como se fosse a última vez, ao percorrer a triste caminhada ao trabalho, ele olha para a multidão de homens e pela primeira vez na vida, ele não se sente oprimido pela engrenagem.

Uma nova chance ?

Se vc gosta de um bom Drama, essa pode ser a boa pedida deste fim de semana, eu como sempre adicionei mais este filme para a minha videoteca, e em breve vou comprar o livro e faço outra resenha por aqui.

Companherismo

Brigas

Essa Zoe me lembra uma outra

Anúncios

9 comentários em “Um retrato das armadilhas da vida comum (Foi Apenas um Sonho)

  1. Não assisti ainda esse filme..deve ser bom.. ind amais pra alguem cmo eu que quase nao gosta de drama …adoo chorar até a cabeça doer…esse filme faaz chorar???

    beijinhu ferds

  2. Priscila disse:

    Assistir esse filme, muito bommm!!!
    Não sei se o filme é fiel ao livro – não li o livro – mas, não tem como negar a ótima qualidade <3!!!

  3. Marcela Rahal disse:

    Puts, eu sempre quis assitir esse filme, mas pela curiosidade de ver os dois trabalhando juntos depois de tanto tempo, do que pela história do filme em si.. porque eu sou muito afetada por dramas.. aheuiheaoi fico meio na bad :~
    Mas pelo que você descreveu aqui eu até curti o filme!! não parece ser tããão triste assim!!
    aaah, e a respeito da proposta eu aceito totalmente! 😀
    se quiser entrar em contato comigo pode ser pelo meu email!!
    Beijos

  4. Cris disse:

    Quero ver esse filme (assim como a maioria dos filmes que você recomenda aqui).
    Acho interessante comentar o fato do filho doente mental da corretora que critica a sociedade…Nas cortes do passado,os bobos da corte criticavam com suas palhaçadas o podere dos nobres.
    E aceito sua amizade,Ferds.Você se provou uma digníssima companhia no solitário mundo dos blogs.

  5. Marché Noir. disse:

    Olá!
    O post já existe!
    http://marchenoirmode.wordpress.com/2010/04/23/ola/

    Mas será um prazer fazê-lo novamente!

    Eu estou doida para assistir este filme (assim como outros tantos), mas me falta tempo, uma pena. Mas gostei das suas considerações sobre ele.
    Ah, você tem twitter? O meu é @_marche_noir

    Um abraço. Carolina.

  6. Fernanda disse:

    hehe a £ ta valendo acho q R$2.85, entao da uns R$10.00. Sei q as pessoas nao leem por q não querem. Temos biblioteca publica, internet, biblioteca da escola. As pessoas usam mta desculpa. Mais é mto caro!! Bjos

  7. […] Filme Alugado [Clique Aqui] Etiquetado como: Especial, […]

  8. debondan disse:

    Amei este filme tb!
    De uma profundidade…nos faz repensar nossas vidas e se -de fato- a vivemos como gostaríamos. Sempre há tempo de mudar, afinal! Uma mensagem para reflexão.

    bjo

  9. […] Um retrato das armadilhas da vida comum [Foi Apenas um Sonho] […]

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s