O retorno do bom e velho Vinil

Ele voltou dos sebos, graças a Alta fidelidade dos amantes.

Até pouco tempo atrás quem era visto com um Disco de Vinil [Bolachão, Hi-Fi ou outro apelido] era chamado de retrogrado ou mesmo de dinossauro. Nos dias de hj quem é visto com um vinil na mão, é tido como “o COOl”, o Descolado.

Tudo isso pq o Vinil voltou a ativa no mundo inteiro, bandas como os Rolling Stones, Bob Dylan [que nasceram na Era do Vinil] Blur [Bandas nascidas na era do MP3], Morrisey, entre outros. Estão relançando singles e álbuns clássicos no formato clássico de Vinil.

Recentemente os Rolling Stones lançaram um Single em Vinil, da canção ‘Plundered my soul’. Essa canção foi encontrada por acaso no começo do mês pela gravadora, enquanto remasterizavam o disco “Exile on Main Street” [um dos melhores discos da banda], está canção ficou perdida por 38 anos, nem Mick lembrava mais dela.

Apesar deste retorno do clássico, comprar vinil novo [sim vc pode ir em sebos e encontrar boas coisas antigas] no Brasil ainda é algo muito caro. Por exemplo: O Disco The Freewheelin do Bob Dylan pode ser encontrado na Saraiva por 175,00 Reais.


Um valor muito alto ainda para os padrões do consumidor Brasileiro. Para amenizar esse problema a antiga empresa carioca Polysom, comprada pelo dono da Deck Disco vai religar as máquinas e colocar alguns discos para serem produzidos aqui no Brasil.

A notícia foi tão bem recebida, que a empresa já tem encomenda para discos de artistas nacionais como a Pitty e a Nação Zumbi.

Agora se vc ama mesmo o Vinil, nada melhor do que se preparar para uma garimpada pelos Sebos do Centro de São Paulo. Onde normalmente podemos achar de tudo, mas nem sempre em bom estado.

[Pretendo futuramente voltar com mais notícias do Vinil aguarde.]