Um rival de peso para o Kindle (A morte dos livros contra ataca)

O Kindle quer acabar com os livros, e o Ipad quer acabar com os livros e o Kindle.

Um q de Gutenberg ?

Ano passado eu fiz um post contando sobre os rumos do Kindle, na época o aparelho tinha tudo para desbancar os livros e jornais, seus rivais eram insignificantes em comparação a tecnologia do devorador de livros.

Só que no mundo tecnológico, estar na ponta não significa nada se vc não estiver sempre se atualizando. Neste meio tempo [quase dois anos] surgiu o Ipad, a nova sensação de Steve Jobs.

Jobs é o Midas da tecnologia, na sua segunda vida como diretor da Apple [Ele já foi diretor uma vez, foi expulso e voltou] ele criou o império do “I”, com os Ipods [O aparelho de música mais vendido e substituto direto do Walkman] e ainda o Iphone e ainda reformulou a linha de Notebooks e computadores pessoais da MAC [Que são objetos de desejo de todos as pessoas que gostam de informática].

Quando o Ipad foi lançado no dia 27 de Janeiro, o mundo não ficou muito surpreso. As expectativas em relação ao aparelho eram bem maiores que o próprio Ipad. Algumas pessoas chegaram a dizer que o “Mago Jobs” finalmente tinha errado, depois de anos de sucessos.

Ainda é cedo pra dizer isso, o Ipad ainda não chegou as lojas [previsto para Março] no Brasil só no segundo semestre. Só que o Ipad se criou pra revolucionar um meio, e não foi o digital.


Ipad foi criado para revolucionar a impressa. Jobs o novo Gutenberg?

Um novo Gutenberg seria profetizar demais, Jobs está seguindo o caminho que o Google e a Amazon não estão percorrendo. Pra quem não sabe a Google quer distribuir em seu site Googlebooks livros gratuitamente, lucrando com os já tão conhecidos patrocínios Google. A Amazon reformulou seu Kindle para virar um leitor de jornal.

Jobs já fechou uma parceria com as maiores empresas de mídia do mundo, inclusive com o grande  magnata das comunicações Rupert Murdoch [q controla o “The Times”, “The Sun”,  “News of the World”, NYTimes entre outros]. A Amazon tentou fechar uma parceria ano passado para ter o direito desses jornais, mas o teve a “porta fechada na cara” por Murdoch um homem avesso a tecnologia.

Assim como a Apple revolucionou o mercado fonográfico ao lançar a Apple Store e vender disco para os usuários de Ipod. Ela vai traçar o mesmo caminho com os jornais. Agora Jobs vai atrás das editoras, pelo que comentam nos bastidores o Kindle já perdeu essa guerra, pq Jobs está a um passo deste acordo que será confirmando antes do lançamento de Março.


Veja o que já foi publicado sobre o Kindle e outros leitores digitais.

Será o fim dos Livros [Clique aqui]

Xiii Sujou para o Kindle [Clique aqui]

Ele se reinventou pra ficar [Clique Aqui]

Sony contra-ataca Amazon (Sony Ebooks Readers) [Clique aqui]

Dia 19 ele estará no Brasil (Kindle for export?) [Clique aqui]

Anúncios

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s