A grande mudança

Por Humberto Domiciano

[Estamos perto do Show do Metallica, pra aquecer os motores temos a resenha do humberto que comenta o disco: Black Album]

O Metallica chegou aos anos 1990 como uma das principais bandas de metal do mundo. Ao lado do Iron Maiden, o grupo estava no topo das paradas e tinha a tarefa de gravar um sucessor a altura de “…And Justice For All”, um petardo, com um lado mais progressivo, mas igualmente pesado.

“Metallica” ou o Black Album, chegou às lojas em 1991 e de cara deu um choque nos fãs. O peso continuava, mas a banda mostrava que nos próximos anos iria apostar em algo diferente, mais voltado ao hard rock e até mesmo ao rock tradicional.

Outro ponto que chama a atenção no disco é a presença maior do baixista Jason Newsted, que de certa forma acabou sacrificado no trabalho anterior. Além disso, a chegada do produtor Bob Rock transformaria para sempre o som do grupo. Abaixo seguem alguns comentários sobre cada som desse grande clássico do rock.

Enter Sandman: A abertura não poderia ser melhor. A música vai crescendo, cada instrumento aparecendo até desembocar em um riff vigoroso. Clássico que está nos set-lists da banda até hoje. A letra ameaçadora e os excelentes vocais de James Hetfield são outro ponto interessante do som.

Sad But True: Riff? Alguém pediu riff? Eis mais um. Sampleada por Kid Rock e por Snoop Dogg, a música também tornou-se clássica. Se o Metallica deixava de ser tão thrash metal, conseguia levar seu som para públicos e patamares improváveis.

Hollier Than Thou: Por se tartar de um disco de transição, era natural que algum traço do Metallica mais antigo aparecesse. Aqui é um bom exemplo. Música rápida (mais curta do disco) e pesada, sem frescuras.

The Unforgiven: Aqui temos a primeira polêmica. O Metallica fazendo baladas? Foi o primeiro som que alçou o grupo para outros públicos, distantes do rock e principalmente do heavy metal. A banda anda gravaria mais duas músicas com o mesmo nome!

Wherever I May Roam: Temos um bom rock aqui. O início com toques orientais e a quebrada de ritmo no começo da música dão o caminho para o que virá a seguir. Outro excelente riff, desta vez de Hetfield.

Don’t Tread On Me: Outro excelente som. Vale destacar o solo perfeito de Kirk Hammett e um duelo entre ele e Hetfield na parte final da música.

Through the Never: Mais uma música que remete ao clássicos. Não só pelo refrão, mas também pelo andamento, mais rápido e com boas viradas de bateria do ‘finado’ Lars Ulrich.

Nothing Else Matters: Temos aqui outro som ‘bonitinho’ do Metallica. Presença obrigatória nos shows da banda até hoje, o som tem sua melhor versão tocada com a orquestra, no S&M.

Of Wolf and a Man: Bom som. Mais ligado ao hard rock, bom andamento de guitarra e bateria, vocais precisos e outra pedrada.

The God That Failed: Excelente linha de baixo de Jason Newsted, permeada por um bom riff de Hammett. A letra fala sobre a desilusão de Hetfield com a morte da mãe, que se recusou a se tratar de um câncer por questões religiosas.

My Friend of Misery: Riff lembra vagamente alguma coisa escondida no “… And Justice…”. Outra música legal, não ofende, mas também não empolga tanto, apesar do bom solo final.

The Struggle Within: Boa música para fechar os trabalhos. Tem a levada característica da banda, boas quebras de ritmo e vocal agressivo.

Lars...e sua batera...

Anúncios

3 comentários em “A grande mudança

  1. gosto muito de metallica, agora esse baterista eh um estupido, tenho abuso dele, na boa….

    beijos, fe

  2. desi disse:

    “Searching, seek and destroooooooooooooooooooooy”

  3. Eu gosto dessa ocilação, acho que iss fez o publico crescer….
    digamos que uma boa jogada de mercado ehehehe

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s