George Clooney como um solitário convicto (Amor nas alturas)

“Não se pode fazer nada sem a solidão”. Picasso.

Clooney o novo Bogart

Não é de hj que eu digo que o ator George Clooney é o melhor desta geração de atores, ele vem provando isso depois que deixou de fazer filmes comerciais e começou a se focar no melhor da 7º arte.

Neste filme amor se escalas, título que não tem nada a ver com o nome original [UP in The Air] Clooney faz o papel de um homem que não tem laços como ninguém ou com nada e vive a vida dentro dos aeroportos e quartos de hotéis de todo os Estados Unidos.

Clooney [Ryan], ou melhor Ryan [Clooney]. Tem uma profissão inusitada, ele faz o papel de anjo da morte dos trabalhadores de escritório, ele é o “demissor”, onde as empresas contratam o serviço de Ryan para “fazer o trabalho sujo que um bundão da diretoria não consegue fazer” [Palavras de Ryan].

Anjo da morte e a pupila

Ele entra na empresa, pega uma sala, e começa a demitir.  Só que ele simplesmente não demite, ele tenta fazer o processo da maneira mais tranqüila e honesta possível. Tentando mostrar para o eliminado que ser demitido não é o fim da sua carreira e sim um recomeço para uma nova vida, uma vida onde vc pode deixar de ser um capacho e se entregar aos seus sonhos.

Ryan por passar mais de 320 por ano viajando de cidade em cidade, cria um estilo de vida onde tudo que ele precisa para existir é ele mesmo. Dentro desta filosofia eremita ele cria palestras motivacionais. A sua filosofia consiste em dizer como o mundo é pesado para as pessoas, e a culpa deste peso é a quantidade de coisas que elas levam consigo.

Ele usa a metáfora de que a vida da pessoa deve ser colocada dentro de uma mochila, assim ele diz: Coloque dentro desta mochila tudo que é importante pra vc, seus livros, as coisas da sua prateleira, seu animal de estimação, sua fotos, amigos, amigos dos amigos, parentes, pais e sua mulher ou namorada.


Então ele rebate: Vc sente o peso?. Como vc pode se mover se tem tudo isso em suas costas, vc não precisa acumular um monte de coisa, fotos são para pessoas que não tem memória resolva isso com um Ginko biloba, com amigos vc precisa confidenciar segredos e guardar segredos isso aumenta ainda mais o peso. Ficar preso a uma coisa é estar pronto a morrer.

A vida de Ryan está magnífica até o momento, ele está chegando perto de completar as 100.000 milhas em Vôo [q dá direito a um cartão especial e muito cobiçado]. Só que as mudanças começam a acontecer, a empresa passa por um processo de modernização com a chegada da novata Nataly [interpretada pela bela e novata Anna Kendrick].

Ela cria um processo onde as demissões podem ser feitas on-line, assim acabando com o sonho de Ryan de conquistar as sonhadas milhas. Ryan fica indignado e tenta provar ao seu chefe que este sistema de demissão é falho, levando Nataly com ele para ensinar a sua arte mortal, neste instante ele adiciona a sua bagagem Nataly, que acaba se tornando a figura de filha [algo q ele nunca conquistou].

Entre essa vida no ar ele conhece a bela Alex [interpretada pela estonteante Vera Farminga] onde cria uma relação vazia e sexual, mas que com o passar do tempo se torna mais completa a ponto de irem ao casamento de sua irmã mais nova. Irmã essa que ele mal conhece. Só que este relacionamento é mais um peso na sua bagagem.

Dividindo mais do que fluídos corporais


Apesar das piadas, o filme é triste, não por conta das demissões. E sim por conta de termos um personagem que está paralisado emocionalmente, onde sua vida acontece no presente, sem se preocupar com o futuro, só que ao mesmo tempo em que ele vive desta maneira, as suas atitudes o privam de ser feliz, ou mesmo de ser triste.

O filme é dirigido por Jason Reitman, o mesmo brilhante diretor de Juno e Obrigado por Fumar. O Filme é excelente, temos uma bela atuação de Clooney e duas beldades em gerações diferentes Vera e Anne.

Veja o Filme.

A bela e madura Vera Farminga

Anúncios

6 comentários em “George Clooney como um solitário convicto (Amor nas alturas)

  1. Hahahaha acordo cedo nada, ainda não durmi.
    Você também pelo que parece!
    hahahaha.
    Estava super sono. Não estava muito bem o dia todo, tomei um remédio, tava sentindo dor no corpo, e dormi durante a tarde toda.
    Acordei era 19:00, e o sono só começou a bater agora a pouco.
    =/

  2. Hum vou querer ver…deve ser um timo filmee..e a historia faz sentido, o papel dele digo…bjoss ferds

  3. ...assim, assim... disse:

    Quero muito ver esse filme Ferds..

  4. Cássia disse:

    GEORGE CLOONEY PARABÉNS< FELIZ ANIVERSÁRIO CASSIA País BRASIL 6–5–61 No dia 6 de maio nascia GEORGE T. CLOONEY ,SAÚDE SUCESSO ABRAÇOS

  5. Thank god some bloggers can write. My thanks for this post

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s