Com um suspiro ele volta a viver (O livro – A Trégua – Mário Benedetti)

A Trégua, o melhor livro que eu li este ano.

[Antes rodada da ATP e o Campeão Voltou]

A mais ou menos um mês, entrei na Saraiva perto da minha casa, para matar um pouco do tempo do meu Domingo ocioso. Vasculhando as prateleiras eu encontrei A Trégua. O livro tava meio de canto, sozinho, escondido sobre uma pilha de outros livros.

Dei uma lida na sinopse do livro e fui averiguar a parte interna, percebi que era um livro fácil de se ler. As folhas eram grossas, o espaçamento entre as linhas e também a letra era bem impressa. Comprei o livro.

Passei no mercado e comprei um vinho branco [precisava combater essa terrível onda de calor de São Paulo] me deitei no quarto, liguei o Ar no máx e desfrutei deste livro que é uma jóia rara.

O livro conta a história de Martín Santomé, um homem simples que está perto da sua aposentadoria, sua esposa morreu ainda jovem, deixando dois filhos e uma filha pra se criar.

Em geral ele é um bom Pai, mas não é do tipo comunicativo, e o tempo ajudou seus dois filhos homens a se distanciar do Pai. Já a garota é a mais companheira de Martín. Antes de se aposentar Martín recebe novos funcionários em seu escritório, dentre os novos uma pessoa lhe chama  atenção a Jovem Laura Avellaneda.

Com isso ele volta a conhecer o amor e não só o amor, ele começa a se redescobrir como homem, sua vida muda totalmente.

O mais divertido que tudo é escrito em forma de diário, antes de conhecer Avellaneda [sempre a cita em seu livro assim] suas escritas eram calmas e demoravam semanas até um novo relato, mas depois de Avellaneda todo dia é motivo pra escrever as suas memórias.

Além de conviver com Avellaneda em seu diário, ele também relembra passagens da falecida esposa e encontro com seus amigos.

O livro é muito bom, com uma pitada de sarcasmo usado na medida certa, eu gostei tanto do livro que eu não queria que ele chegasse ao seu fim. Arrisco a dizer que este livro foi o melhor que eu li este ano.

O livro é escrito por Mario Benedetti, que até a compra deste livro eu não conhecia, nascido no Uruguai, este escritor é o seu filho mais famoso. Benedetti morreu este ano com seus 88 anos.

Nesta Semana eu comecei a ler Meridiano de Sangue de Comark MCarty e assim que eu terminar vou procurar outras pérolas de Benedetti.

Abaixo vou Transcrever um trecho que achei um dos mais bonitos do livro.

Segunda, 24 de Fevereiro.

É evidente que Deus me concedeu um destino escuro. Nem sequer cruel. Simplesmente escuro. É evidente que me concedeu uma trégua. No início, resistir a acreditar que isso pudesse ser a felicidade. Resisti com todas as minhas forças, depois me dei por vencido e acreditei, mas não era a felicidade, era só uma trégua. Agora, estou outra vez metido no meu destino. E ele é mais escuro do que antes, muito mais.

Anúncios

14 comentários em “Com um suspiro ele volta a viver (O livro – A Trégua – Mário Benedetti)

  1. Já sei o que acontece no final, pela parte transcrita.Se eu estivesse em um dia mais sensivel eu iria chorar, mas hoje estou meio convencida ( ;D ).Mas parece ser um livro bonito, com bastante sentimento e muita coisa para refletir.

    Se você gostou desse livro, talvez goste de “O Corredor da Morte”, do Stephen King, ou do S.Bernardo, do Graciliano Ramos (vc já deve ter lido, mas caso não…).

    Seu e-mail, eu recebi, é só q as coisas estão corridas por aqui…Mas ñ demoro p responder!!!

    P.S.:Vc acha S.Paulo quente?Dá uma passadinha em Coxim ou Corumbá, em M.S. para vc ver.rsrsrsrsrsrsrs

    bjs

  2. P.S.: Bom saber da história do “cativar” do Pequeno Principe; vou andar mais esperta daqui pra frente.rsrsrrsrsr

  3. Freire disse:

    Porra,

    Pela primeira vez fiquei curioso em ler um livro que encontrei no seu blog!

  4. […] Em Dezembro do ano passado, participei de algumas comemorações de Amigo Secreto. Em uma delas acabei ganhando um livro que eu já tinha [A Trégua de Mario Benedet, clique aqui e leia sobre o livro]. […]

  5. […] Mário Benedetti – A Trégua, já li muita coisa, mas esse livro ainda continua pra mim sendo o mais lindo que eu já li. Seus personagens são tão reais e intensos que podemos sentir as suas dores. [Clique e leia sobre o livro] […]

  6. […] Com um suspiro ele volta a viver [O livro – A Trégua – Mário Benedetti] […]

  7. […] Mario Benedetti foi o que mais me tocou e o que mais me ajudou. O meu primeiro livro foi, A Trégua [clique aqui e leia], sua escrita leve e a forma com que narrou o amor quase impossível de um homem mais velho e sua […]

  8. […] Ontem no dia 14 de Setembro, Mario Benedetti, completaria 94 anos de idade. Todos os leitores do meu blog sabem do amor que eu tenho pelo trabalho do escritor e aqui no meu blog temos duas resenhas: Borra de Café [clique aqui e leia] e A Trégua [Clique aqui e leia]. […]

  9. […] Benedetti. PS: Leiam A Trégua do Benedetti, podem conferir um relato sobre o livro no blog do Maldito Vivant.         Se estiverem passeando por Montevidéu, tirem algumas horas para se perderem na […]

  10. Eu tenho esse livro e ele. E ótimo eu amo já li 2 vezes

  11. Esse livro foi o melhor que eu já li 👧👨👩👦um romance maravilhoso que mi espirou muito ja li vi muitos livros dele mas meu favorito e a trégua porque e mas pura realidade que pise acontecer com os viúvos pena que no final sempre uma coisa triste na vida real mas acaba deixando uma marca. Na vida

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s