Menos do Mesmo (Oasis Strike Again)

Estilo BAD BOY

Estilo BAD BOY

Nos primeiros acordes de “Bag It Up” é inevitável perceber o quanto o Oasis mudou. Aquela banda de hits fáceis como “Wonderwall” ou “Shakermaker” ficou em algum lugar de um passado glorioso.

Não se sabe quais águas os irmãos Gallagher andaram bebendo nos últimos anos. Em “Dig Out Your Soul” fica clara uma presença maior das guitarras e de outros arranjos mais elaborados. A já mencionada abertura tem um refrão marcante, que remete aos discos do final dos anos 1990.

Já “The Turning” conta com mais teclados, e digamos uma bateria mais ‘moderninha’. Aos poucos a música cresce e já prepara o ouvinte para um bom momento.

As comparações com Beatles (que o próprio Oasis nunca fez questão de evitar) vira e mexe acontecem. “Don’t Look Back in Anger” tem a introdução igual a “Imagine”, por exemplo.

Em “Waiting For the Rapture” é inevitável lembrar dos últimos álbuns da banda de Liverpool. E isso acaba sendo muito bom, já que é a melhor faixa do disco.

Depois temos “The Shock of Lightning”. Esse som foi escolhido pela banda para ser o primeiro single. Aqui a sonoridade novamente mostra as mudanças no som do grupo. Melodias mais secas, arranjos menos óbvios.

Como não poderia ser diferente, “I’m Outta Time” é a primeira balada do álbum. O Oasis já fez músicas como “Masterplan” e “Let There Be Love” e erra um pouco a mão nessa que passa desapercebida.

Depois temos (Get Off Your) High Horse Lady. Com um toque meio folk, vocais leves, se torna uma música bem agradável. Ainda seguindo nos terrenos mais suaves, dá para destacar os vocais de Noel em “Falling Down”.

“To Be Where There’s Life” retoma alguns temas mais orientais (utilizados em “Standing in the Shoulder of Giants” e “Don’t Believe the Truth”). Música que necessita de várias audições.

Por fim, temos “Ain’t Got Nothing” e “The Nature of Reality” que são mais cruas, lembrando vagamente The Kinks e The Who.

Para fechar o álbum, outra faixa experimental. “Soldier On” traz novamente alguns sons de teclado, uma atmosfera um pouco mais psicodélica.

Se você conhece Oasis e não comprou esse álbum, está perdendo tempo. Se não conhece, recomendo começar por outros discos.

Humberto Domiciano é um cara que realmente entende de Rock and Roll e sempre será convidado pra dar um pitaco sobre esse assunto.

Anúncios

2 comentários em “Menos do Mesmo (Oasis Strike Again)

  1. […] para divulgar o seu novo disco que tem sido sucesso no mundo todo [Temos até uma resenha dele Clique Aqui] por aqui eles vão tocar em quatro locais […]

  2. […] estão chegando ao Brasil com a turnê mundial do seu novo disco [Leia mais sobre ele aqui] e os irmãos Gallangher, famosos por encrencas e declarações polêmicas [Como a de cima e desta […]

Comente [Vamos dividir um Drink!]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s