Iperespresso Y5

Começamos essa quarta fazendo um review da mais nova máquina da Illy a Iperespresso Y5, máquina que chega para popularizar as capsulas da Illy e concorrer diretamente com a Nespresso, que ainda detém uma grande fatia do mercado Mundial de cafés em Capsulas. 

Bela e moderna Y5

A Y5 lembra muito as primeiras máquinas da Nespresso que chegaram no Brasil, onde o material era mais resistente e o design era colocado em 1º lugar, mas isso não tornava o sistema popular no Brasil, já que a máquina tinha um preço de venda muito alto para o mercado da época. Com o passar dos anos e uma mudança de estratégia as máquinas se tornaram mais acessíveis, porém com uma qualidade mais baixa.

Dois tamanhos de xícara

Mas não estamos aqui para falar de Nespresso e sim da Y5. A maquina tem um belo design e um acabamento de primeira qualidade, com detalhes em plástico [duro] e metal [que não deixa marcas de dedos], diferente das demais concorrentes a Y5 emite uma luz ao sair o café, dando um detalhe interessante para o modelo, seu corta gotas é bem eficiente e evita os respingos no reservatório, facilitando a limpeza da máquina.

Design em primeiro Lugar

 

No quesito limpeza, a sua grelha [local onde se apoia a xícara] é de metal que facilita ainda mais a limpeza, que por vezes outra pode acabar sujando por conta do manuseio do cliente, mas como falamos acima o corta gota da máquina é bem eficiente.

Reservatório de água na frente, que facilita bastante para quem bebe muito café

O sistema de descarte de capsula também é elogiável, sendo bem superior as concorrentes, onde não precisamos tocar na capsula e também não emperra. Na redação testamos 20 capsulas e em todas as vezes não houve erro em seu descarte.

Voltando ao design seu botão para extração do café é acionado por um leve toque no display de vidro, tecnologia não faltou neste novo modelo da illy.

Pensando em linhas gerais a nova Y5 é uma excelente máquina tanto para o uso do escritório como para o uso doméstico. Seu acabamento e bom gosto são superiores aos rivais, porém isso pode ser algo negativo, já que seu custo é mais elevado que o dos concorrentes. E por mais que possamos encontrar suas capsulas facilmente no mercado, a illy não tem uma grande variedade de Blends a disposição. O design da capsula também deixa a desejar, já que ela é feita de plástico, é comum ver rebarbas, o que mostra uma certa falta de cuidado com o consumidor.

Você não precisa tocar nas capsulas

Mas como disse anteriormente a Illy esta iniciando no mercado de capsulas domésticas, devemos dar um crédito para a merca e aguardar sua popularização.

Pontos fortes da Iperespresso Y5:

  • Excelentes materiais e acabamento da máquina. Pode parecer detalhe, mas o peso dos materiais e a resistência deles fazem toda diferença numa máquina para o dia-a-dia.
  • Todo o “manuseio” com a máquina é em sua parte frontal. Reservatório de água e descarte de cápsulas se dá na frente da máquina, facilitando reposições de água, limpeza, além de evitar possíveis “entradas de ar” no sistema da máquina ao tentar extração sem água.
  • O design compacto e de muito bom gosto faz o usuário descobri-la a todo momento. Enquanto desligada os “botões” (a máquina possui painel touch), são invisíveis no vidro preto, fazendo nos perguntar onde estão. Ao extrair o café a máquina emite um som sinalizando o início da extração, além de acender uma luz iluminando a xícara dando charme ao momento tão pouco percebido pelo usuário – como se a máquina chamasse sua atenção para observar seu illy sendo extraído.

Pontos Negativos da Iperespresso Y5

  • Pouca variedade de capsulas.
  • Alto valor em relação ao mercado de máquinas.
  • Falta de acessórios como: misturador de leite para o preparo de outros tipos de bebida.

Voltamos na Sexta

Dicas de presente para o Dia dos Pais

Dia dos pais chegando e sempre fica aquela dúvida do que presentear, podemos esquecer esse ano o velho kit de cinto + carteira ou mesmo as meias e as gravatas. E que tal arriscar com um belo kit de café da Octavio café? Ou mesmo dar um presente mais tradicional como uma boa garrafa de Whisky [mas sem arrumar problema com sua mãe] ou quem sabe um bom livro.

Vamos começar com os cafés:

Quem acompanha o turmadocafé sabe da qualidade dos cafés da Octavio Café, para esse ano ela preparou alguns kits especiais.

O Kit 1 é voltado para um Pai que tem mais tempo e gosta de fazer as coisas por si só. Ela é  composta por uma cafeteira Pressca + um café em grãos 500g + uma caixa de chá + uma lata personalizada (R$ 115,00).

Essa cafeteira Pressca é um excelente presente ela te dá um café na qualidade do expresso de uma maneira bem rápida e prática em breve faremos um post sobre ela. O café nem precisamos comentar muito. Já o chá é uma das novidades da Octavio que em breve falaremos também.

O Kit 2 é para um Pai mais prático, vem com duas caixas de cápsulas + uma caneca (R$ 50,00).

As cápsulas são dos micro lotes especiais da Octavio café, em relação ao que se tem no mercado ela é bem superior as demais, se você vai comprar uma capsula que seja de qualidade.

Mais informações: Matriz Octavio Café  Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996 – São Paulo | Tel.: (11) 3074-0110

 

Que tal uma bebida?

Meu pai gosta de apreciar uma boa bebida, acho que eu puxei isso dele. Que tal um bom Whisky.

Se seu pai é um tradicional devemos sempre nos lembrar do velho Jack Daniels tradicional, agora se você quer inovar e não perder esse toque tradicional eu recomendo duas excelentes releituras da bebida. O Honey e o Fire.

O Honey tem se tornado uma das bebidas mais comercializadas da Jack Daniels, já a Fire é uma novidade e merece sua chance, com um aroma e um sabor mais marcante do que a Honey

O Jack Daniels Tennessee Honey pode ser encontrado por uma média de 130 reais. Já sua versão mais intensa a Fire pode ser encontrada por volta de 170 reais.

Essas são algumas dicas, na segunda voltamos com o Review da nova máquina da Illy

Selton Mello, Seu Jorge e a busca pelo autoconhecimento [Soundtrack]

K. Pigari

A primeira parceria cinematográfica entre Selton Mello e Seu Jorge aconteceu lá em 2006 com o curta-metragem Tarantino’s Mind, em que os dois amigos se juntam em um restaurante e discutem sobre teorias de ligações entre as personagens dos filmes do diretor Quentin Tarantino.

selton_mello_f_026

Cena do curta-metragem Tarantino’s Mind

O curta foi dirigido pela dupla 300ml [conhecidos pela direção de propagandas comerciais, como a “Arca”, de Axe, e “Gigante”, da Claro, além de diversas campanhas globais para a Stella Artois]. E, para estrear seu primeiro longa-metragem nos cinemas, a dupla volta com uma nova parceria entre Selton Mello e Seu Jorge.

Soundtrack [ou “A trilha sonora de uma vida”, segundo o IMDb], conta a história de Cris [Selton Mello], um jovem artista que recebe do governo brasileiro uma licença especial para passar alguns dias em uma estação de pesquisa [polar] internacional isolada, cercada por nada além de gelo. Seu objetivo é preparar uma exposição misturando música e fotografia. Para fazê-lo, ele tira selfies que capturam as sensações causadas por uma série de músicas pré-selecionadas.

298994.jpg-r_640_360-f_jpg-q_x-xxyxx

Ao chegar no local, ele conhece o britânico especialista em aquecimento global, Mark [Ralph Ineson], o botânico brasileiro Cao [Seu Jorge], o biólogo chinês Huang [Thomas Chaanhing] e o médico e pesquisador dinamarquês Rafnar [Lukas Loughran].

Cris é recebido de uma maneira quase hostil, uma vez que o Natal e o Ano Novo estão se aproximando e a esposa de Mark está grávida [com a chegada de Cris, o especialista ambiental fica responsável por ele, não podendo voltar para casa]. O clima também não é agradável com Huang que, devido a problemas do passado, desenvolveu desprezo por artistas. Entretanto, as coisas são melhores com Rafnar e com Cao [que por também ser brasileiro faz com que Cris não se sinta tão deslocado].

soundtrack

O desentendimento entre eles é causado quando Cris revela que está ali porque precisava se isolar para desenvolver um projeto de exposição, enquanto os pesquisadores estão ali desenvolvendo estudos que ajudarão a descobrir a biologia daquele lugar. [Em alguns momentos eles chegam a inferiorizar os motivos do artista estar ali].

À medida que vão convivendo, começam a se entender e ao passar muito tempo com os pesquisadores, Cris acaba descobrindo segredos do planeta terra em uma perspectiva nunca vista. E juntos, os cinco descobrem diferentes perspectivas sobre a vida e arte.

062186.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Um dos pontos interessantes do longa é que ele traz, para a composição da trama, os áudios da missão Apollo 8, em que os três astronautas se revezaram lendo trechos do livro do Gênesis e um deles termina dizendo: “Boa noite, boa sorte, um Feliz Natal, e Deus abençoe todos vocês – todos vocês da nossa bela Terra”. Além desse, também traz o áudio de uma entrevista com o diretor Alfred Hitchcock.

selton

Falado em inglês [apenas alguns diálogos entre Cris e Cao são em português], Soundtrack é uma mistura de aventura e drama, medo e solidão, que aborda questões existenciais e reflexivas na jornada do artista em busca do autoconhecimento.

poster-soundtrack-731x1024

Soundtrack estreia quinta-feira, 6 de julho, nos cinemas.

Octávio Café lança cappuccino rosa para o Dia dos Namorados

K. Pigari

O Dia dos Namorados [12 de junho] está logo aí e para ajudar os casais a comemorarem essa data de um jeito mais quentinho, o Octávio Café preparou um combo especial: um cappuccino rosa exclusivo, acompanhado de uma fatia do bolo Red Velvet, por R$ 22,90. O combo já está disponível em todas as unidades do Octávio, até o dia 12 de junho.

image002

E para comemorar o dia 12 de junho de maneira especial, a cafeteria promoverá, nessa data, um jantar em sua matriz, na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996, em São Paulo, a partir das 19h.

O pacote inclui entrada, prato principal e sobremesa para dois, além de uma garrafa de vinho, um café em qualquer método de preparo para ser degustado na hora e o café Octavio de presente em uma lata decorativa para levar para casa.

Para a entrada, os namorados poderão decidir entre bolinho de risoto de provolone ou uma salada mix de folhas com cenoura e tomate ao molho de mostarda. O prato principal traz três opções: o casal pode escolher entre peixe [filé de Saint Peter grelhado, acompanhado de purê de banana da terra e legumes], massa [nhoque de mandioquinha com ragu de costela de porco gratinado], ou carne vermelha [fraldinha grelhada servida com arroz com amêndoas e tomate recheado com cream cheese]. A finalização será com a sobremesa do dia.

O valor é R$ 240,00 o casal e a casa aceita reservas.

Uma morte horrível [Quadrinho]

K.Pigari

bem parecida com sua personagem

Pénélope Bagieu é uma francesa que chamou atenção, depois de publicar em forma de livro, as ilustrações de seu blog [que em geral, contavam um pouco de sua vida cotidiana e suas viagens].

O sucesso se expandiu para grandes livrarias e Pénélope passou a fazer diversas ilustrações editoriais e campanhas publicitárias, além de desenhar outras histórias [As aventuras de Joséphine]. Hoje, aos 35 anos, Bagieu é uma das quadrinistas mais conhecidas da França.

Uma morte horrível é uma comédia romântica [carregada de ironias e dos problemas reais da vida] em quadrinhos que conta a história de Zoé, uma jovem francesa de 22 anos que trabalha como hostess em tempo integral [o que lhe garante muitas situações constrangedoras]. Ela mora com o namorado machista, grosseiro e desempregado, e não possui ambições.

Depois de um dia cansativo no trabalho e frustrada com os problemas pessoais, Zoé acaba conhecendo, por acaso, Thomas Rocher, um jovem escritor [muito famoso]. Entretanto, a menina não é nem um pouco intelectual e pouco conhece sobre literatura [ela não sabe diferenciar Balzac de Batman], dessa forma, Thomas é um completo desconhecido para ela.

O escritor, de personalidade tímida e misteriosa, está passando por uma crise de inspiração e há dois anos não consegue escrever nem uma linha sequer. Mas quando ele conhece Zoé, eles logo se tornam amigos e suas conversas, de certa forma, o inspiram.

Ela: extrovertida. Ele: tímido e culto. Eles acabam se dando bem e embarcam em um relacionamento sério e estável. Pelo menos até a chegada da editora de Thomas e a descobertas de segredos terríveis.

Chega um momento em que tudo o que se consegue pensar é: “eu não acredito nisso!” [mas fica para o leitor a missão de descobrir se esse é um ponto positivo ou não].

A narrativa é simples e fluida [o que torna a leitura agradável]. A arte também é simples, mas sem perder a beleza e o charme, além de conter cores que fazem o quadrinho ser muito mais agradável [e chamativo] esteticamente. Só não vale folhear antes de ler [o quadrinho é muito gráfico e folhea-lo pode acabar revelando demais e estragar as surpresas na hora de ler].